Ransomware: O Sequestrador Virtual Está Mais Perigoso do que Nunca

Este artigo foi criado pela equipe Bitdefender para uso exclusivo do site Nerd Break.

Muito perigoso para os computadores, o ransomware é um malware que sequestra os dados os usuários e só devolve depois um pagamento, que geralmente é feito em bitcoins, pois a moeda virtual dificulta o rastreamento da origem da conta. E não pense que você está imune a essa ameaça.

Qualquer usuário pode ter seus dados roubados, inclusive sistemas corporativos, em que a perda de dados paralisa ações e é extremamente prejudicial para as empresas. Os criminosos descobriram que o desenvolvimento do ransomware é bastante lucrativo e com os golpes já conseguiram roubar milhões das vítimas.

Pode até ser que você nunca tenha ouvido falar dele, mas fique de olho, pois se você não tomar cuidados importantes, o seu computador pessoal ou corporativo também podem ser infectados e você pode perder todos os seus dados ou ter que desembolsar uma quantia absurda.

Para que isso não aconteça, nós reunimos neste post informações sobre o malware e formas de se proteger. Continue a leitura para saber mais!

Conceituando o Ransomware

A ação desse malware não é algo propriamente novo, mas ganhou destaque nos últimos anos pela quantidade de ataques, inclusive em massa – em um deles, mais de 200 mil pessoas foram infectadas em 150 países -, e pelo desenvolvimento cada vez mais sofisticado desse tipo de ameaça. Atualmente, existem vários tipos de ransomware, sendo o Locky um dos mais populares.

O ataque do ransomware é silencioso. Por meio da criptografia dos arquivos, os criminosos conseguem decodificar os seus dados e bloqueá-los, deixando você sem acesso. Nesse momento, uma mensagem aparece na tela exigindo o pagamento para que você consiga recuperar os arquivos. A quantia geralmente deve ser paga em até 72 horas, e os criminosos podem inclusive ir apagando arquivos aos poucos para aumentar o senso de urgência.

Como o Ransomware entra no Computador

Existem muitas formas de entrada do ransomware no seu computador. As mais comuns são por meio de links falsos geralmente enviados por e-mail, em que o usuário clica e é infectado (muitas vezes os criminosos usam empresas com boa reputação para repassar esses links aos usuários).

Outra maneira é por meio de anúncios que aparecem quando você entra em sites. Caso clique nessas propagandas estará correndo sérios riscos de ser infectado.

A terceira forma, não menos perigosa, são os downloads feitos automaticamente em seu navegador em segundo plano enquanto você está usando a internet, essa ação não tem nada de inocente e pode conter o ransomware.

Como se Proteger

Alguns cuidados simples são fundamentais para evitar esse tipo de ameaça, como:

  • Antivírus: um bom antivírus detecta ações suspeitas e te deixa protegido não só desse tipo de malware, mas de muitas outras ameaças que danificam o seu PC e oferecem riscos aos seus dados.
  • Backup: tenha sempre arquivos importantes armazenados em outros locais como em um HD externo ou na nuvem. Este último, aliás, é uma das maneiras mais seguras de manter as suas pastas longe dos criminosos virtuais.
  • Atualização: mantenha os softwares sempre atualizados, pois esse cuidado é essencial para a segurança do computador.

Você já conhecia o ransomware? Sabe de mais alguma dica para se proteger dele? Compartilhe nos comentários!

Imagens: Pixabay (Darwin Laganzon); Pexels (picjumbo.com)