estreia Bad Boys Para Sempre, Bad Boys Para Sempre Novo Trailer

No dia 31 de janeiro, chega aos cinemas Bad Boys Para Sempre, o novo filme estrelado por Will Smith Martin Lawrence. Essa crítica NÃO CONTÉM SPOILERS!

trailer Bad Boys Para Sempre

Siga nossas redes sociais:

Mas afinal, o filme é bom?

Cheios de carisma e talento, Will Smith Martin Lawrence consagraram a franquia Bad Boys no cinema. Depois de 17 anos desde o lançamento de Bad Boys II, a dupla retorna às telonas para mais uma aventura cheia de humor, ação e uma pitada de drama. Esses são os elementos que você encontrará em Bad Boys Para Sempre.

Respondendo a pergunta acima, Bad Boys Para Sempre não é bom e eu explico o porquê. O filme é divertido, engraçado em vários momentos, tem algumas cenas de ação interessantes, principalmente as de perseguição, mas avaliando como um todo, o longa tem vários problemas e pontos falhos.

Começando pelo roteiro, Bad Boys Para Sempre inicia sua narrativa com uma proposta e caminha com ela até perto do final, mas é na hora do plot twist que o longa tenta dramatizar a relação de alguns personagens e falha miseravelmente. O desfecho é fraco, apelativo e ruim se comparado com o que o longa propõe logo no início.

Na tentativa de trazer saltos temporais e mostrar o longo período que se passou durante os acontecimentos, Bad Boys Para Sempre tem várias cenas curtas e é todo “costurado”. Não sou de reclamar e nem prestar muita atenção na edição e montagem dos filmes, mas esse longa me chamou atenção nesse ponto. O filme tem várias cenas curtas e é todo editado.

Bad Boys Para Sempre trouxe três jovens atores promissores, Vanessa HudgensAlexander LudwigCharles Melton, para tentar trazer frescor para a história e começar a passagem de bastão do legado de Will Smith e Martin Lawrence. Porém, novamente falando sobre o roteiro, o longa não trabalhou, não desenvolveu e nem deu espaço para esses personagens crescerem e mostrarem seus potenciais. Vanessa Hudgens passa muito despercebida no filme, a atriz teve pouquíssimas falas e foi muito mal aproveitada. Charles Melton fez marra e entregou o tipinho folgado, mas também não disse pra que veio. E por fim, Alexander Ludwig viveu o menino da tecnologia, mas não entregou nem metade do seu carisma e talento. Os três atores foram mal dirigidos, aproveitados e desenvolvidos.

Em alguns momentos, os efeitos especiais de Bad Boys Para Sempre também deixam à desejar, principalmente na sequência final que entrega cenas falsas e de baixa qualidade se comparado com outros blockbusters. Em resumo, o filme tem problemas de direção, roteiro, edição, montagem e só se salva pelo carisma de Will Smith Martin Lawrence que roubam a cena nas piadas e momentos divertidos. O que tinha tudo para ser um retorno triunfal da franquia, acaba se tornando uma tentativa falha e mal executada de um filme de ação com comédia.

Vale ressaltar, que a bilheteira americana de Bad Boys Para Sempre está indo super bem, acredito que muito pela nostalgia com o retorno da franquia e pela base enorme de fãs que Will Smith tem. Acredito que o longa arrecade muito dinheiro e com isso garanta a sua sequência. Só torço para que o estúdio avalie os pontos fracos desse filme e retorne com uma versão melhorada e bem escrita dos Bad Boys.