spin-offs

Nos últimos tempos vimos como os spin-offs podem ser melhores que os originais

Hoje (02) vamos falar sobre as produções derivadas de grandes franquias cinematográficas e televisivas, também conhecidas como spin-offs.

Siga nossas redes sociais:

Para quem não está habituado com o termo, spin-off é uma ramificação dentro de um universo estabelecido. O estúdio normalmente pega um ou mais personagens de peso e relevância e os separa da narrativa principal, desenvolvendo uma história paralela à já existente.

Esse tipo de estratégia já vem sendo adotada há algum tempo e em alguns casos, como os que vamos tratar hoje, acaba tornando o derivado ainda mais atraente do que a narrativa regular. Separei abaixo alguns exemplos para ilustrar e reforçar o poder dos spin-offs.

Fear The Walking Dead

5ª temporada Fear the Walking Dead

Muito comum na TV, os spin-offs acabam quebrando o elenco quando um núcleo ou grupo de personagens migram para uma série própria, como é o caso de The Originals, ou temos a opção de uma série completamente nova, com outros atores, mas dentro do mesmo universo, como é o caso de Fear The Walking Dead.

Numa época onde The Walking Dead segue viva, mas respirando por aparelhos, Fear The Walking Dead surge como a principal opção para quem gosta da temática de zumbis, mas cansou da série principal que antes era estrelada por Rick Grimes (Andrew Lincoln) e agora só perde atores a cada nova temporada. Com uma trama mais consistente, interessante e ainda conectada com a série mãe, Fear é uma prova viva que o derivado pode superar o original.

Bumblebee

Hailee Steinfeld, trilha sonora de Bumblebee

Esse é um exemplo super gratificante de ser falado. Bumblebee chegou aos cinemas em dezembro de 2018, depois de várias e várias tentativas de manter a franquia Transformers viva e com qualidade em tela. Teve troca de elenco, de diretor e várias outras manobras para tentar continuar fazendo a franquia de robôs gigantes funcionar no cinema. Contudo, a solução veio do spin-off que mais tem cara de reboot.

Bumblebee chegou aos cinemas aprendendo com os erros dos filmes antecessores. Com uma trama simples, mais enxuta e menos megalomaníaca, a narrativa focou na relação pessoal entre o carro/alienígena, agora fusquinha, e “sua dona”, e trouxe sensibilidade, humanidade e provou que menos é mais. O longa teve uma trilha sonora incrível, uma protagonista carismática (Hailee Steinfeld) e poucos vilões, mas de qualidade, que fizeram o resultado final ser satisfatório.

Hobbs e Shaw

pré-venda Dwayne Johnson Hobbs & Shaw

O recém chegado aos cinemas Hobbs e Shaw, é o primeiro spin-off de Velozes e Furiosos, uma franquia que a cada novo filme mostra que está longe de se encerrar. É extremamente curioso e engraçado a capacidade que essa saga tem de entregar a mesma fórmula e ainda divertir, entreter e faturar milhões. O sucesso desses filmes mostra a força do “público farofa”, e confirma que a massa que sai de casa e paga o ingresso caro do cinema, está a procura de filmes que refletem exatamente a definição da palavra entretenimento.

Hobbs e Shaw prova que um derivado pode dar um novo fôlego à uma franquia. Em termos de métricas e fórmulas, o longa não muda nada do que Velozes e Furiosos fez nos últimos filmes. Contudo, o carisma de The Rock e a incrível química que ele e Jason Statham mostraram em tela, fazem com que esse spin-off seja uma alternativa viável aos fãs que já cansaram da família Vin Diesel.

Veredicto

Acima trouxe apenas alguns dos vários exemplos de spin-offs de sucesso. Porém, vale ressaltar que nem sempre um derivado tem garantia de que vai dar certo. Analisando de forma simples, tudo depende da força do personagem, da criatividade do roteiro e do carisma dos atores.

Hollywood é uma indústria como outra qualquer, e enquanto as grandes franquias estiverem dando dinheiro ou margem para serem exploradas, os spin-offs surgirão. Como público, podemos ganhar um novo fôlego para continuar consumindo um universo que nos agrada ou podemos responder com baixa audiência indicando que o derivado não foi bem feito ou aceito.

Você gosta das histórias derivadas? Qual o seu spin-off favorito? Conta pra gente nos comentários!

Leia também:

Assista também: