No dia 01 de agosto chega aos cinemas Hobbs e Shaw, o primeiro spin-off da franquia Velozes e Furiosos. Essa crítica NÃO CONTÉM SPOILERS!

Hobbs e Shaw

Siga nossas redes sociais:

Mas afinal, o filme é bom?

Hobbs e Shaw entrega tudo o que os fãs da franquia Velozes e Furiosos gostam. Cenas de ação impossíveis, perseguição, velocidade, tiro, porrada e muitas explosões. O longa abraça completamente a farofa e entrega ao público um filme que reflete perfeitamente a definição da palavra entretenimento. Você está procurando um longa para curtir, se divertir e passar um tempo gostoso no cinema? Esse é o seu lugar.

O carisma do The Rock já é motivo suficiente para você assistir Hobbs e Shaw. Contudo, além da química e dinâmica incrível entre Dwayne Johnson e Jason Statham, o primeiro spin-off de Velozes e Furiosos dá um novo fôlego e frescor para a franquia. Quem estava saturado de Vin Diesel, sua corona e regata branca, ganha uma nova história dentro do mesmo universo para continuar se divertindo.

Despretensioso e bem pastelão, Hobbs e Shaw usa e abusa de frases de efeito, cenas de ação completamente irreais e trama cada vez mais mirabolante. Não se levar a sério e manter o seu foco no entretenimento e diversão do público, são os grandes trunfos da franquia e do spin-off. O longa carrega consigo toda a fórmula de Velozes e Furiosos, e entrega uma história focada na família dos protagonistas, numa grande ameaça mundial e na urgência para encontrar uma solução para um problema que pode afetar o mundo todo.

Divertido, irreverente e cômico, Hobbs e Shaw vale o ingresso por entregar aos fãs um filme para curtir no cinema. O elenco funciona, tem química, carisma e segura a trama o tempo todo. The Rock dispensa comentários, o ator segue a linha de paizão responsável, corajoso e brucutu. Jason Statham mantém sua elegância, agilidade e habilidades únicas para causar um grande estrago em tela e em seus adversários. A dupla vai bem e não nos deixa com saudade de Dominic Toretto.

A entrada de Vanessa Kirby agrega muito para Hobbs e Shaw. Sexy, talentosa e habilidosa, a atriz chega pronta para ficar. Sua química e dinâmica com os protagonistas é bem interessante e gostosa de ver. Idris Elba consegue nos convencer de que é o Superman negro. O ator vive um vilão modificado pela tecnologia e dá trabalho para a dupla de heróis do filme.

Em linhas gerais, Hobbs e Shaw é um filme pipoca e que vale o ingresso por divertir e te fazer passar um tempo gostoso no cinema. Se você é fã da franquia Velozes e Furiosos, gosta dos atores do elenco, não perca. Vale ressaltar que o longa está cheio de surpresas, começando pela entrada de dois atores mega carismáticos e divertidos e que eu não vou revelar quem são para não estragar a sua experiência. A outra surpresa, são as várias cenas durante e depois dos créditos, portanto, fique até o final!