Mulher-Maravilha Pantera Negra

Hoje (20) trago a vocês a batalha entre dois filmes de estúdios diferentes e que foram aclamados pelo público e pela crítica, Mulher-Maravilha e Pantera Negra. Se você pudesse escolher somente um para assistir, qual seria?

Em 5 rounds, vamos analisar juntos e determinar qual dos dois é melhor, Mulher-Maravilha ou Pantera Negra. Vale ressaltar, que ambos os longas estão disponíveis para assistir direto pela internet no Telecine ou na plataforma de streaming do Telecine. Preparem-se para a batalha, e que vença o melhor!

Siga nossas redes sociais:

1) A importância do filme

Mulher-Maravilha

Lançado em 2017, Mulher-Maravilha é um marco para a história do cinema moderno, pois é a primeira vez, desde que a onda de filmes de super-heróis tomou conta de Hollywood, que vemos uma heroína ganhar uma aventura solo. Numa época em que o empoderamento feminino e a importância da mulher na sociedade vêm sendo altamente discutida, a princesa das amazonas chegou às telonas trazendo consigo toda a força, garra e determinação das mulheres.

Dirigido por Patty Jenkins e estrelado por Gal Gadot, Mulher-Maravilha arrecadou cerca de US$ 821 milhões ao redor do mundo, e conquistou o coração de milhares de pessoas. O longa também marca um dos primeiros acertos da Warner Bros., depois do tão questionado Batman vs Superman e do criticado Esquadrão Suicida. Mulher-Maravilha deu uma ponta de esperança para os fãs da DC Comics e colocou o estúdio em direção ao caminho certo de suas produções.

Pantera Negra

Lançado em fevereiro de 2018, Pantera Negra fez história no cinema ao trazer pela primeira vez, um herói negro numa aventura solo. Assim como Mulher-Maravilha, o longa quebrou barreiras, empoderou e trouxe muita representatividade para as telas. Isso sem contar, no enorme elenco negro que reuniu grandes e talentosos nomes de Hollywood.

Dirigido por Ryan Coogler, que brilhou em Creed: Nascido Para Lutar, e protagonizado por Chadwick Boseman, o longa é mais um acerto da casa das ideias. Pantera Negra estreou pouco tempo antes do lançamento de Vingadores: Guerra Infinita, e surpreendeu os fãs, que aguardavam ansiosos o maior evento cinematográfico da Marvel, com um longa rico em cores, efeitos visuais, uma trilha sonora incrível e vários outros elementos que garantiram a qualidade do filme. Vale ressaltar que Pantera Negra foi o primeiro filme de super-heróis a ser indicado ao Oscar, o que o credencia como uma das melhores produções do estúdio.

Vencedor do round: empate técnico

2) A história

Mulher-Maravilha

Mesclando ficção com realidade, Mulher-Maravilha inicia sua jornada nos apresentando a fantástica Ilha de Themyscira, ou Ilha Paraíso como também é conhecida, e as guerreiras amazonas. Acompanhar um pouco da infância e juventude da Princesa Diana foi algo realmente deslumbrante e encantador. A locação escolhida e toda a construção da ilha foram esplêndidas, o que nos desperta uma vontade de saber mais sobre aquele local e civilização. Certamente esse é um dos pontos mais altos do filme.

Saindo um pouco da fantasia, ver a Mulher-Maravilha no epicentro da 1ª Guerra Mundial foi algo incrível. Desde a forma como ela se comporta no mundo dos homens, até o ápice das cenas de batalha, foi algo realmente envolvente e empolgante. Ficamos presos na jornada da heroína que mescla mitologia grega com fatos históricos. O filme entrega uma aventura fechadinha, fluida e acertada. Terminamos o longa com vontade de saber mais sobre a protagonista e quais serão os seus próximos passos.

Pantera Negra

Coroado em Capitão América: Guerra Civil, o filme solo do Pantera Negra nos transporta para dentro do fantástico mundo de Wakanda. Logo de cara nos impressionamos com uma civilização que mescla elementos culturais clássicos do povo africano, com alta tecnologia e desenvolvimento. Ao mesmo tempo em que vemos as tribos e a simplicidade do povo, nos deparamos com uma ciência extremamente avançada e além da nossa imaginação.

O longa do Pantera Negra traz em sua narrativa a clássica jornada do herói que tem que provar para si mesmo e para o seu povo, de que ele é digno e capaz. O longa ainda explora as relações familiares, trabalha política, ciência e fecha a trama com uma mensagem interessante sobre a quebra das barreiras e o fim das fronteiras. Carismático, bem desenvolvido e atual, Pantera Negra entra para o hall dos melhores filmes da Marvel.

Vencedor do round: Pantera Negra

3) O protagonista

Mulher-Maravilha

Quando escalaram Gal Gadot para viver a Mulher-Maravilha, muitos, inclusive eu, olharam torto e pensaram: será que a atriz de Velozes e Furiosos foi a melhor escolha? Havia outros nomes na disputa e muitos defendiam a sua candidata ideal. Contudo, logo após sair do cinema, a opinião pública foi quase que unânime, Gal nasceu para interpretar a heroína da DC Comics.

Carismática, talentosa, poderosa, sexy, esses são apenas alguns adjetivos que podemos creditar à Gal Gadot. A entrega da atriz foi tão satisfatória, que ela se tornou a principal figura da DC Comics no universo cinematográfico. Antes Batman e Superman roubavam os holofotes, hoje em dia, a Warner Bros. trata a Mulher-Maravilha como uma joia rara e que merece todos os cuidados e destaques, e tudo isso graças à Gal Gadot.

Pantera Negra

A escalação de Chadwick Boseman não foi tão badalada quanto à de Gal Gadot. Não porque o público não se importava com qual ator interpretaria o Pantera Negra, mas sim, porque a importância e tamanho dos heróis não se compara para os fãs de cultura pop. É certo afirmar que a Mulher-Maravilha é e sempre foi maior em termos de popularidade que o Pantera Negra.

Chadwick Boseman fez um excelente trabalho como o Pantera Negra. Como espectadores, nós compramos a realeza, soberania e imponência do personagem, mas já que estamos falando de uma batalha entre heróis, é certo dizer que, enquanto a Mulher-Maravilha carrega o filme nas costas e brilha quase que sozinha, o Pantera Negra depende do restante do elenco e principalmente do vilão para se destacar.

Vencedor do round: Mulher-Maravilha

4) O elenco

Pantera Negra

Mulher-Maravilha

No round anterior, ressaltei que Gal Gadot carrega nas costas o protagonismo de Mulher-Maravilha. Contudo, o elenco de apoio tem alguns nomes que merecem ser destacados. Começando por Robin Wright, que vive a general Antíope, e Connie Nielsen, que vive a Rainha Hipólita. Ambas as atrizes brilham, se destacam e protagonizam momentos superinteressantes no filme. Porém, seu tempo de tela e participação são muito pequenos.

Chris Pine é outro nome que merece ser enaltecido em Mulher-Maravilha. O ator interpreta Steve Trevor, que é o interesse amoroso da protagonista, e tem um papel muito interessante de humanizar e apresentar o mundo dos homens para a semi-deusa. A química entre Gal Gadot e ele é incrível, e nos apaixonamos pelo casal quase que instantaneamente. Dentre o elenco, esses três atores coadjuvantes são os destaques e os que mais ajudam a desenvolver e impulsionar a trama da protagonista.

Pantera Negra

Reunindo um dos elencos mais carismáticos e talentosos dos últimos tempos, Pantera Negra funciona muito bem por conta do conjunto de sua obra. Não existe somente um grande protagonista no filme, mas sim, uma história que dá o devido espaço para cada um de seus personagens se destacarem e brilharem no decorrer da trama. Todos funcionam dentro de seus papéis e arcos.

É impossível elencar somente um coadjuvante interessante. Danai Gurira brilha como uma guerreira implacável e imponente. Lupita Nyongo’o, traz uma personagem humana e que transforma o protagonista ao longo da trama. Winston Duke entrega um guerreiro tribal, cômico e heroico. Andy Serkis brilha como um vilão clássico dos quadrinhos e que é peça fundamental para o desenrolar da trama. Forest Whitaker traz sabedoria, senioridade e desenvolve a mitologia da história. Letitia Wright é um dos grandes destaques com sua genialidade e carisma. Sterling K. Brown faz uma ponta e entrega toda a sua sensibilidade e talento. Daria para continuar destacando e enaltecendo cada um dos atores. O elenco de Pantera Negra é realmente deslumbrante.

Vencedor do round: Pantera Negra

5) O vilão

Mulher-Maravilha

Chegamos ao último round da nossa batalha entre heróis. Particularmente, tratando-se de filmes de super-heróis, os vilões são sempre os meus favoritos. Costumo dizer que para um herói brilhar, o vilão tem que ser maior e até melhor que ele, a ponto de exigir uma transformação, superação e crescimento. Conhecida por ter sempre grandes vilões, a DC Comics peca ao não desenvolver e trabalhar um grande ícone mitológico no filme da princesa amazona.

Em Mulher-Maravilha, vemos a personagem amadurecer e crescer ao longo de todo o filme. Ares é tão mitológico, que pouco aparece. O vilão é guardado para o clímax, na tentativa de criar suspense e causar surpresa na hora da revelação. Contudo, na hora que a “máscara cai” o ator David Thewlis não conseguiu ser tão ou até mais imponente que Gal Gadot, para ver a ameaça crescer e causar a tensão necessária. O visual ficou fiel ao dos quadrinhos, mas isso não bastou para que Ares se destacasse e fosse o grande deus da guerra que tanto queríamos.

Pantera Negra

Já em Pantera Negra, o vilão é trabalhado de outra forma. Não existe segredo ou grande revelação. O que nos prende e move a trama, é a motivação do antagonista, que se apresenta injustiçado, marginalizado, e que combate o herói para conquistar o seu lugar no mundo.

Menos grandioso e mais humano, Erik Killmonger conquista o público por conta de sua história e principalmente pelo talento de Michael B. Jordan. O vilão rouba os holofotes para si e chega a brilhar até mais que o protagonista do filme. Essa foi uma grata surpresa para os fãs da Marvel, que constantemente reclamam dos antagonistas que o estúdio entrega em suas histórias.

Vencedor do round: Pantera Negra

Veredicto

Com três pontos de vantagem, Pantera Negra vence a Mulher-Maravilha por conta do conjunto da obra, do talento e destaque de seu elenco e pelo excelente vilão apresentado no filme. Novamente, vale destacar que ambos os longas estão disponíveis para assistir direto pela internet no Telecine ou na plataforma de streaming do Telecine, e merecem ser vistos várias e várias vezes.

Finalizada essa batalha, estoure a pipoca, acomode-se no sofá e bom divertimento!