A Sereia - Lago dos Mortos

No dia 31 de janeiro, chega aos cinemas A Sereia – Lago dos Mortos, o primeiro terror de 2019 distribuído pela Paris Filmes. Essa crítica NÃO CONTÉM SPOILERS!

a sereia - lago dos mortos

Siga nossas redes sociais:

Mas afinal, o filme é bom?

A Sereia – Lago dos Mortos, é mais um filme russo que a Paris Filmes comprou os direitos de distribuição e traz para o Brasil para tentar agradar os fãs de terror. Acho importante o apoio ao cinema internacional fugindo do circuito hollywoodiano, mas ao nos depararmos com um filme como esse, percebemos como de fato os americanos ainda são os melhores no que fazem.

O longa tenta beber da fórmula criada para o terror atual, que é recheado de jump scares e viradas de câmera que tentam assustar o espectador, mas falha no desenvolvimento das situações e na criação do contexto que leva ao medo. Tanto a direção quanto o roteiro, se antecipam e jogam na tela os elementos que conduzem a narrativa para o terror, o que quebra o efeito que poderia ser causado se as cenas tivessem sido melhor trabalhadas.

Toda a mitologia e elementos que tentaram criar ao redor de A Sereia – Lago dos Mortos, são fracos, sem sentido em alguns momentos e mal explicados e desenvolvidos. Fico pensando o que o roteirista quis passar ao jogar algumas coisas em tela. Será que na cabeça de quem escreveu aquilo tudo fazia sentido e dava medo? Usar casas velhas e caindo aos pedaços, bosques escuros e um lago verde, não são o suficiente para assustar. A real, é que esses elementos são os pré-requisitos básicos para os longas de hoje em dia que exaustivamente copiam e colam a mesma fórmula em seus roteiros e direção e entregam filmes repetitivos, com premissas batidas e apostando a maior parte de suas fichas no carisma do elenco.

Falando em elenco, A Sereia – Lago dos Mortos traz atores bonitos, travados, canastrões e que não convencem em nenhum momento. As reações são ensaiadas e não naturais, então o que já não estava causando medo algum, acaba se tornando cômico e engraçado. No meio da sessão você se pega rindo e pensando: isso não tá acontecendo, sério mesmo? Pois é, amigos, essa é a triste verdade desse filme.

Pra finalizar, gostaria de dizer que de sereia esse filme não tem nada. O longa aproveita dessa figura mitológica para usá-la no título, mas nenhuma das características que conhecemos desses seres é mostrada. A produção está mais para “a mulher do lago” do que para um longa sobre uma sereia assassina. Enfim, esse é só um dos vários pontos negativos de A Sereia – Lago dos Mortos.