Garrard Conley

Garrard Conley foi submetido à terapia para “reverter” homossexualidade

A editora Intrínseca lança o livro “Boy Erased“, de Garrard Conley, que deu origem ao filme com Nicole Kidman e Russell Crowe. O autor americano foi submetido à terapia para “reverter” homossexualidade.

320 páginas – Preço: R$ 49,90

Siga nossas redes sociais:

Sobre o livro

Filho de um pastor da igreja Batista bastante influente, Garrard Conley vivenciou um doloroso conflito que colocou sua orientação sexual e sua rigorosa formação religiosa em rota de colisão. Aos dezenove anos, após ser violentado por um colega de faculdade, seu segredo é cruelmente revelado a seus pais. Ele então se vê forçado a fazer uma escolha extremamente difícil: ou concordar em passar por um programa de terapia baseado na religião para “reverter” sua homossexualidade, ou ser abandonado pela família, pelos amigos e pelo Deus ao qual dedicara orações todos os dias de sua vida.

Lançado no Brasil pela Intrínseca, o tocante livro de memórias do autor ganhou adaptação para o cinema — com Lucas Hedges no papel principal e a dupla Nicole Kidman e Russell Crowe como seus pais.

Movido pelo sentimento de culpa, Conley aceita ser internado na instituição que o submete a um programa de doze passos cuja finalidade é “curá-lo” dos impulsos impuros e, consequentemente, apagar uma parte do que ele é. Contudo, é justamente durante essa jornada brutal que ele encontra a força necessária para a busca por sua verdadeira identidade. Hoje o autor é um ativista da causa LGBTQI+.

Tocante e inspiradora, a história de Garrard Conley é um acerto de contas com o passado, um panorama complexo das relações dele com a família, com a fé e com a sua comunidade, numa pequena e conservadora cidade no Arkansas. Indicado ao Lamdba Literary Award, que premia títulos com temática LGBTQI+, o livro é o testemunho dos traumas e consequências de se tentar aniquilar parte essencial de um ser humano.

Leia também:

Assista também: