Sandra Bullock, Bird Box

Hoje (21) estreou no catálogo da NetflixBird Box, um longa baseado numa obra literária que é estrelado por Sandra Bullock. Essa crítica NÃO CONTÉM SPOILERS!

Siga nossas redes sociais:

Mas afinal, o filme é bom?

Há algo que não pode ser visto. Algo que enlouquece as pessoas e as leva à cometer atos violentos seguidos de suicídio. Basta uma olhada para fora e a vida corre risco. As ruas estão vazias e os programas de TV não param de noticiar casos aterrorizantes. Novas vítimas surgem a todo momento e o governo não sabe explicar o que está acontecendo. A população foi aconselhada a trancar as portas e as janelas e a andar vendada.

Adaptando a obra literária de Josh Malerman, Bird Box é a prova de que nem só de bombas e flops vive a Netflix. Em meio a tantos filmes fracos, super criticados pelos consumidores do serviço de streaming e de historinhas água com açúcar, o longa chega ao catálogo pra fechar o ano com chave de ouro e entrega uma história intrigante, tensa e que te prende do começo ao fim.

Muito comparado a Um Lugar Silencioso, o longa aborda de uma forma totalmente diferente o cenário pós-apocalíptico e entrega uma trama mais encorpada e com vários personagens e situações que o diferem do filme estrelado por John Krasinski e Emily Blunt. Bird Box vai muito além do fato dos personagens se privarem da visão para sobreviver, o filme explora a perda da humanidade no mundo apocalíptico e traz personagens e elementos super interessantes que abrilhantam a trama.

Sandra Bullock carrega muito bem o protagonismo do filme e se destaca com uma atuação dramática e cheia de sentimentos. A personagem brilha do começo ao fim e entrega uma postura firme, dura e corajosa, tornando-a uma verdadeira sobrevivente. Em vários momentos pensei: no lugar dela eu já teria morrido, e vê-la passar por situações completamente desfavoráveis com tamanha bravura, chega a ser inspirador e uma verdadeira prova de que devemos lutar pela vida e acima de tudo pelo que acreditamos e presamos.

Trevante Rhodes brilha ao lado de Sandra Bullock e entrega um personagem corajoso e muito humano, fazendo um contraponto interessante com a frieza e dureza da protagonista em alguns momentos. A química entre os dois é interessante e gostei muito da forma como o relacionamento entre eles se construiu. Dentre os vários nomes do elenco, o ator se destacou e é um dos queridinhos da história.

Outro nome que merece destaque é o de John Malkovich. O ator veterano traz para as telas uma faceta interessante e muito real do ser humano. Com certeza muitas pessoas que nós conhecemos adotariam uma postura como a dele num contexto apocalíptico. Mesmo frio e egoísta, o personagem consegue ter carisma e gerar empatia, principalmente conforme a trama vai se desenrolando.

Gostei muito do uso dos pássaros como mecanismo de alerta. Esse elemento aumentou a tensão da trama e deixou o espectador atento nos sons do ambiente. Aflitivo e angustiante, toda vez que ouvimos o som dos pássaros ficamos tensos e torcendo para que as pessoas consigam buscar abrigo e fechar os olhos antes que seja tarde demais. Achei bem interessante esse elemento.

Bird Box é um excelente filme! Mesmo correndo no final, o ritmo é muito bom e a história é bem construída. Torço para que as próximas produções originais mantenham esse nível e que continuemos consumindo produtos instigantes e interessantes no serviço de streaming mais popular aqui no Brasil.