Coração de Cowboy

No dia 27 de setembro, chega aos cinemas Coração de Cowboy, um filme estrelado por Gabriel Sater Thaila Ayala. Essa crítica NÃO CONTÉM SPOILERS!

Siga nossas redes sociais:

Mas afinal, o filme é bom?

Coração de Cowboy traz uma gostosa nostalgia de uma época onde o sertanejo raiz estava em alta e as músicas traziam belas poesias, lindas histórias de amor e cantavam sobre a vida, a nossa cultura e o nosso Brasil. Se você, assim como eu, nasceu nos anos 80, 90, esse filme com certeza te deixará com saudade da infância e te fará se sentir em casa.

Trazendo a essência do Brasil em sua narrativa, Coração de Cowboy resgata a musicalidade brasileira e nos leva de volta para a roça, trazendo simplicidade e nos fazendo lembrar o que importa de verdade. Acho pertinente e importante ver um filme como esse chegando aos cinemas, pois o roteiro além de resgatar valores que se perderam com o tempo, nos leva para um lugar onde a comercialização da música não importa, e o que vale mesmo a pena é o sentimento e a verdade que são passados através das letras e melodias.

Intencional ou não, o roteiro usa o protagonista para criticar a comercialização da música atual. O filme escancara o quão escrotos e fúteis são vários sucessos de hoje em dia e mostra como os músicos de verdade foram dando lugar a produtos fabricados por empresários para vender à massa que não busca mais boas letras e sim ritmos dançantes ou canções que falem de alguma causa ou defenda alguma bandeira. Uma pena, não surgem mais Chitãozinhos & Xororós hoje em dia.

Gabriel Sater ganha o público através da simplicidade e carisma. O ator e cantor consegue nos aproximar de seu personagem pela verdade que ele carrega no coração. O protagonista é falho e erra em vários momentos, e isso é o mais legal. Acompanhar sua evolução musical e como ser humano, é o mais gostoso de ver em tela.

Thaila Ayala nos mostra seu lado menina da roça, entregando uma personagem forte, independente e batalhadora. É gostoso ver a atriz inovando e saindo dos papéis de patricinha linda. Em Coração de Cowboy ela continua linda e sua beleza em evidência, mas a personagem é muito mais do que isso. Thaila é o motor que tira o protagonista do lugar e dá início à mudança e evolução no personagem de Gabriel Sater. Vale ressaltar a boa química da dupla, é divertido ver os dois juntos.

Jackson Antunes entrega o bom e velho personagem carrancudo que estamos acostumados a ver. O ator nos emociona numa tocante cena com Gabriel Sater. Se alguém tem alguma memória familiar da roça ou sente saudades do pai, com certeza irá às lágrimas nesse momento. Foi bem bonito!

Vale destacar a excelente trilha sonora assinada pelo músico Lucas Lima. O filme traz músicas inéditas e revisita grandes sucessos da música sertaneja. Se você é fã do estilo e está procurando um filme com a cara e essência do Brasil, Coração de Cowboy é a escolha certa.