O Candidato Honesto 2

No dia 30 de agosto, Leandro Hassum volta aos cinemas com a comédia O Candidato Honesto 2. Fique tranquilo, essa crítica NÃO CONTÉM SPOILERS!

Siga nossas redes sociais:

Mas afinal, o filme é bom?

O político brasileiro João Ernesto (Leandro Hassum) se entrega à justiça e é preso por corrupção, antes de tentar dar a volta por cima com sinceridade e propostas reais.

É impressionante como o brasileiro sabe fazer piada com a própria desgraça. Estamos em ano de eleição, o país mal das pernas e olhamos para o cenário político sem saber em quem votar. É um pior que o outro, e as polêmicas, discussões e brigas estão dividindo o Brasil e tornando o povo cada vez mais agressivo e intolerante.

Nesse cenário de caos político, Leandro Hassum resolve fazer o que ele sabe de melhor, graça. O ator abraça seu personagem satirizando todas as figuras políticas que circularam na mídia nos últimos tempos. E em O Candidato Honesto 2 aquela frase “the zuera never ends” retrata com perfeição a entrega do filme.

Quem acompanha as minhas críticas sabe que o humor pastelão dificilmente me pega, mas, o divertido de O Candidato Honesto 2 não são os exageros e nem as caras e bocas dos personagens, e sim a piada em cima de fatos que aconteceram e marcaram a história do nosso país. Se você minimamente acompanhou o desenrolar do cenário político nos últimos anos, o roteiro vai te divertir por conta das referências e menções.

No mais, O Candidato Honesto 2 usa e abusa da canastrice, de personagens rasos e do humor no bom e velho estilo Zorra Total. Não espere nada elaborado, tanto que o próprio Leandro Hassum se zoa durante o filme. O divertido aqui é a sátira e como os personagens são retratados em tela.

Falando um pouco sobre o protagonista, Leandro Hassum brinca com a crítica “emagreceu e perdeu a graça” e mostra que os quilos a menos lhe deram vigor físico para dançar, pular, se jogar pra lá e pra cá e abusar dos gritos e expressões exageradas que tanto divertem os seus fãs. Em O Candidato Honesto 2 você encontrará o ator entregando o que o seu público costuma consumir.

Do jeito que a política brasileira só vai de mal a pior, Leandro Hassum ainda terá material para várias e várias sequências dessa franquia que faz o brasileiro rir da própria desgraça. Se considerarmos que a maior parte dos filmes políticos trazem a polícia e o sistema como pano de fundo, O Candidato Honesto 2 deixa esses elementos de lado para dar lugar à comédia e à sátira.