Spider-Gwen

Spider-Gwen e sua impensável popularidade

Apesar de ter sido introduzida há poucos anos, Spider-Gwen se tornou uma personagem extremamente popular entre os fãs da Marvel Comics. Sendo assim, não é difícil entender a escolha de adaptá-la para a nova animação Homem-Aranha: No Aranhaverso. Mas o que já sabemos sobre a heroína?

Siga nossas redes sociais:

A Origem de Donzela

Gwendolyne “Gwen” Stacey foi criada para ser o primeiro amor de Peter Parker. Filha do capitão do Departamento de Polícia de NY, Gwen era colega de classe de Peter e estreiou nos quadrinhos em 1965 na edição The Amazing Spider-Man #31. Após a morte de seu pai, Gwen se muda para Londres e descobrimos que teve um caso com Harry Osborn, que resultou em uma gravidez.

Após algum tempo, Gwen segue os conselhos de seus tios e retorna à Nova York. Ao encontrar Harry viciado em LSD e sua namorada Mary-Jane constantemente flertando com Peter, ela esconde a identidade de seu antigo amante e torce para que Peter consiga perdoar seus erros. Os dois voltam a namorar e Gwen é reduzida a “namorada no super-herói”:  à margem e sempre em perigo.

Mais tarde viria a cena pela qual a personagem é lembrada por todos os fãs de Homem-Aranha. Em The Amazing Spider-Man #121-122 (1973), o Duende Verde sequestra Gwen e a atira da ponte do Brooklyn. Para salvá-la, Peter lança sua teia e a puxa pelas pernas, gerando um tranco que quebra seu pescoço. Até hoje uma das mortes mais chocantes dos quadrinhos, a falha desastrosa do herói foi um verdadeiro divisor de águas para a sua história.

O Renascimento como Super-Heroína

Depois de retornos e arcos sem importância, finalmente a Marvel Comics decidiu tomar um rumo ousado para Gwen. Na realidade da Terra 65, a garota é mordida pela aranha radioativa, enquanto Peter Parker continua a ser um sujeito fraco. Sendo citada tanto como Mulher-Aranha quanto Spider-Gwen, a garota passa a constantemente salvar o indefeso Peter de bullies. Obcecado em desenvolver um soro que o tornará poderoso, Peter se torna o Lagarto dessa realidade alternativa e acaba derrotado por Gwen.

Em meio a campanha liderada por J. Jonah Jameson contra a Mulher-Aranha e ao cerco da polícia (liderada pelo seu próprio pai), Gwen ainda é baterista de uma banda chamada Mary Janes. Formada ainda por Glory Grant, Mary Jane Watson e um membro misterioso, a banda realiza um show que acaba sendo usado por um assassino para acabar com o Capitão Stacy. Salvando a vida de seu pai, a garota acaba lhe revelando seus poderes de Spider-Gwen.

Tomando parte nos eventos do Aranhaverso, era uma das mais confiáveis aliadas do Homem-Aranha. Incapaz de salvar a Gwen Stacy de sua realidade, muitas vezes o herói não estava disposto em arriscá-la. Mas aos poucos temos a super-heroína desvencilhada da donzela em perigo, fazendo com que Spider-Gwen se torne uma das melhores personagens femininas do universo do Aranha.

A personagem que sempre teve certo apelo com os fãs, atingiu uma popularidade inesperada desde a sua aparição em Edge of Spider Verse #2. O crescente número de fanarts e cosplays acabou convencendo a Marvel de que Spider-Gwen merecia sua série solo de quadrinhos. Sua aparição nas animações e jogos, somadas ao forte merchandise que rodeia a personagem são fortes indícios de que a personagem chegou para ficar.

Com a estréia marcada para janeiro de 2019, a animação Homem-Aranha: No Aranhaverso contará com Hailee Steinfeld para dar voz à super-heroína. O próximo ano ainda trará novas mudanças. Durante a última San Diego Comic-Con, a Marvel oficialmente renomeou sua heroína. Pode ir se preparando, agora Gwen Stacy é a Ghost Spider.

E você, já conhecia a personagem?

Leia também:

Assista também: