Samantha

No dia 06 de julho, chega ao catálogo da Netflix, a 1ª temporada de Samantha!, a série original brasileira. Fique tranquilo, essa crítica NÃO CONTÉM SPOILERS!

Siga nossas redes sociais:

Mas afinal, a 1ª temporada de Samantha! foi boa?

Samantha! acompanha a história de uma decadente ex-celebridade mirim dos anos 80, que hoje se apega desesperadamente aos últimos vestígios da fama com planos absurdos para conseguir voltar aos holofotes, enquanto seu marido, uma ex-estrela do futebol, volta para casa depois de passar mais de uma década na prisão.

A nova produção original da Netflix chega às telas num momento muito apropriado. Hoje, vivemos o fenômeno das pseudo celebridades da internet e vemos vários canais atraindo legiões de seguidores todos os dias. As redes sociais deram voz às pessoas que dormiram desconhecidas e acordaram famosas, simplesmente por postar um vídeo ou uma foto. O público de hoje ama acompanhar o dia-a-dia dos seus ídolos para se sentir íntimo e conectado com eles. Ao mesmo tempo que isso aproximou as duas partes, alienou os fãs que perderam a noção do que é realidade e do que é feito de forma pensada e comercial para ficar bonito e vendável na frente das câmeras. E foi pensando nessa realidade que vivemos, que o roteiro explorou a incansável busca pela fama de Samantha!.

Você acha que tudo o que vai para frente das câmeras é verdade? Todos os seus youtubers e instagramers favoritos são aquilo mesmo na intimidade? Se a sua resposta para essas perguntas foi sim, pare e repense, meu amigo. Nem tudo o que você vê na internet é realmente de verdade.

Partindo dessa premissa, Emanuelle Araújo dá um show ao viver uma ex-celebridade que faz de tudo para recuperar os seus tempos de glória. A atriz abraçou o papel e entregou uma atuação que mistura momentos completamente sem noção e caricatos, com cenas humanas, emocionais e sensíveis. Emanuelle esbanja carisma e nos diverte ao longo dos sete episódios da primeira temporada.

Quero destacar a participação de Douglas Silva que foi muito bem na primeira temporada. O eterno Acerola agrega muito à trama de Samantha!. Dodói bate de frente com as loucuras da ex-mulher e serve como uma espécie de âncora que a conecta com a realidade. O roteiro consegue explorar a veia cômica de Douglas e ainda trabalha a sensibilidade de seu personagem, que tem papel fundamental para humanizar a protagonista.

Os estreantes Sabrina Nonata, que vive Cindy, a filha mais velha do casal, e Cauã Gonçalves, que vive o caçula Brandon, vão muito bem na primeira temporada de Samantha!. Além de carismáticos e talentosos, os dois protagonizam momentos muito interessantes. Sabrina traz para as telas temas como feminismo, sustentabilidade, ecologia e veganismo, todos assuntos atuais e que farão o público se identificar. Já Cauã, rouba a cena ao entregar um menino super inteligente, mas que no fim das contas é mais uma das milhares de crianças que consomem a onda dos influencers da internet. A dupla é hilária e rouba a cena em alguns momentos.

Falando em influencersLorena Comparato encanta ao nos entregar Layla, uma instagramer que é o perfeito retrato do que vemos nos dias atuais. A personagem agrega à trama com humor e ainda usa a sátira para criticar a juventude alienada e inocente que consome as milhares de personalidades criadas pela internet. Ela reforça o questionamento levantando acima, você crê em tudo o que vê? Muita coisa foi criada para te ludibriar e vender, pense nisso.

Cômica, com uma mensagem de fundo muito interessante e repleta de boas atuações, Samantha! é uma excelente produção nacional com o selo da Netflix. Vale a pena conferir e torcer pela renovação. Depois volte para nos contar se a música da Turminha Plimplom ficou grudada na sua cabeça.