O Negócio 4x12

O Negócio 4×12: precisava mesmo acabar? Ainda tinha muita coisa pra contar!

Domingo (03) chegou ao fim a série O Negócio 4×12. A produção nacional da HBO encerrou o seu ciclo com um gostinho de quero mais. Se você não assistiu o episódio, CUIDADO, SPOILERS ABAIXO!

Siga nossas redes sociais:

O jogo

Se você leu as minhas expectativas para o episódio final de O Negócio 4×12, você sabe como eu acho desnecessária a presença de Giancarlo (Raffaele Casuccio) no desenvolvimento da trama. Antes que me interpretem mal, quero esclarecer que minha crítica é ao personagem e não ao ator, ok? Pois bem, o excêntrico italiano traz toda sua insanidade para o último capítulo, fazendo Karin (Rafaela Mandelli) se desdobrar para conseguir salvar os seus amigos e o prédio.

Cá entre nós amigos, a 4ª temporada de O Negócio desenvolveu muito pouco o antagonismo de Giancarlo. O roteiro explorou as questões insanas e até psicopáticas do italiano através de sua relação com Mia (Aline Jones), mas até então ele não era grande vilão do quarto ano. Todo esse arco do jogo e dessa disputa gastou tempo demais do episódio e comeu um espaço que poderia ter sido usado para desenvolver melhor o restante dos finais. Não gostei!

Luna e Oscar

De tudo o que aconteceu no último episódio, esse é o meu maior ponto de indignação. Pelo amor de Deus, passamos quatro temporadas nos apaixonando e vendo a construção desse casal para no final jogarem esse amor no lixo por causa de um golpe? Não é possível! Você vai falar: “ah, mas o final da Luna (Juliana Schalch) empoderou a personagem e mostrou que as mulheres não precisam dos homens”. Tudo bem amigo concordo contigo, mas, desde o início O Negócio trouxe em sua essência o empoderamento feminino e mostrou o lado romântico de Luna. Custava dar o final clichê e feliz que todos nós esperávamos?

Depois de quatro temporadas, ver o Oscar (Gabriel Godoy) voltar para a escola de milionários, é jogar toda a evolução, amadurecimento e crescimento do personagem no lixo. Era essa a mensagem? Desculpa, se era não gostei. Na 3ª temporada ele disse pra ela: “eu vou ficar milionário e vou voltar pra você” e agora ele se conforma com esse papinho de “viramos irmãos”? Aah, me respeita vai! O casal merecia sim o final feliz, e não essa desconstrução de tudo o que vimos até então. Decepcionante!

Magali, Zanini e o poliamor

Para salvar o meu coração, Magali (Mixa Batista) e Zanini (Kauê Telloli) roubaram a cena no episódio final de O Negócio 4×12 e corresponderam às minhas expectativas. Antes de falar do casal, quero destacar como foi interessante e importante para os dois viver o poliamor. Uma vez se permitindo a viver essa forma de amor, o casal entendeu e aprendeu várias coisas sobre si, o que os possibilitou o final feliz que nós esperávamos.

Ariel, Eric, César e Yuri

Ainda falando sobre frustrações, quero perguntar a você: por que deram esse final para o Ariel? Poxa, passamos a 4ª temporada inteira sendo apresentado ao lado humano do personagem e vendo sua evolução, para no final ele ficar apagado e sem fechamento? E a relação que estava sendo construída com a Neide? O que aconteceu? Simplesmente ignoraram isso. O mesmo vale para Eric (João Côrtes), que foi da frustração amorosa para o recomeço com a Bruna e no final ficou sozinho. Mereciam mais, muito mais!

César (Edu Semerjian) viveu um dilema moral em seu casamento durante toda a temporada, e no final, ficou sozinho. Tudo bem, aqui a reclamação é pelo fato do Henrique ter ido embora, e sim porque César mereceu um recomeçou que não foi mostrado. Outro personagem que teve um final muito vago foi Yuri, que teve um encerramento muito rápido e deixou a desejar.

Karin

Torci tanto para o Augusto (João Gabriel Vasconcellos) voltar, mas, infelizmente não rolou. Edu Moscovis fez um bom trabalho na temporada, mas não acho que faz sentido ele ficar com a Karin. Voltando ao assunto do empoderamento, a personagem teve um destino semelhante ao de Luna. Terminou sozinha, realizando seu sonho e deixando os óvulos congelados para quem sabe um dia ser mãe. Uma vez que não temos Augusto na jogada, não torcia por mais ninguém ao lado dela. O final da protagonista fez jus ao seu legado e à sua jornada apagada e distante da 4ª temporada.

Continuação?

Como series finale, o episódio de O Negócio 4×12 deixou a desejar. A impressão que dá é que o roteiro foi reescrito às pressas para encerrar a série, o que é uma pena. A produção merecia um episódio especial ou filme de duas horas para abordar e desenvolver melhor os pontos que foram jogados e ficaram abertos no último capítulo. Se você aprova essa ideia, nos ajude na campanha #voltaONegócio #ONegócioOfilme

Assine a petição para salvar a série!

Leia também:

Assista também: