Westworld 2×05

“Shogun World é para aqueles que acham Westworld calmo demais.”

Ontem (20) foi ao ar o episódio Westworld 2×05, focado em Maeve e seus seguidores, finalmente fomos apresentados ao Shogun World. CUIDADO, SPOILERS ABAIXO!

Siga nossas redes sociais:

Westworld 2×05 – Akane No Mai

No episódio do último domingo, os eventos se dão essencialmente no passado pós massacre, com uma trama central e outra secundária. Na última, temos Dolores tomando uma decisão extrema: reprogramar Teddy para que ele não “infecte” outros anfitriões com suas ideias contrárias. Um reboot tão excessivo em seu sistema que pode trazer consequências desastrosas, possivelmente o que leva à sua execução.

Já na história central de Westworld 2×05, Maeve e o resto de seu grupo são encaminhados para uma cidade no Shogun World, notando semelhanças entre os assaltantes que os sequestraram e a casa de gueixas, com suas próprias narrativas. Lee acaba assumindo que todos acabam de conhecer suas versões do mundo Shogun e não sabe os problemas que isso pode gerar no futuro.

Somos apresentados ao Shogun em pessoa, um homem sanguinário que deseja uma das gueixas de Akane, Sakura. Demonstrando como é uma versão de Maeve, Akane deixa seu lado materno tomar o controle e desperta a fúria do exército de Shogun, sendo a personagem mais interessante do episódio. E é durante o ataque que Maeve descobre ser capaz não só de comandar os atos dos outros anfitriões, mas de fazê-lo apenas com o pensamento, comandando a cena mais sangrenta.

Mesmo com a tão esperada apresentação dos samurais, ataques de ninjas, os novos poderes de Maeve e toda vibe de O Último Samurai, Westworld 2×05 passa de maneira lenta e sem grandes acontecimentos essenciais para a história da série. Com cinco episódios faltantes, Westworld precisa começar a acelerar o ritmo e amarrar as – muitas –  pontas soltas.

Leia também:

Assista também: