1ª temporada de Perdidos no Espaço

E mais uma vez a Netflix acerta a mão em suas produções originais. Agora a aposta fica em uma releitura da série da década de 60. Vem comigo conferir como foi a 1ª temporada de Perdidos no Espaço. CUIDADO, SPOILERS ABAIXO!

Perdidos no Espaço

Siga nossas redes sociais:

Mas afinal, a 1ª temporada de Perdidos no Espaço foi boa?

Perdidos no Espaço é ambientado 30 anos no futuro, a colonização no espaço é uma realidade e a família Robinson está entre os que foram selecionados para criar uma vida nova em um mundo melhor. Mas, quando os novos colonos encontram-se abruptamente retirados da rota para sua nova casa, eles devem forjar novas alianças e trabalhar juntos para sobreviver em um ambiente alienígena perigoso, anos-luz de seu destino original.

A 1ª temporada de Perdidos no Espaço cumpre muito bem o seu papel, mostrando a viagem da família Robinson para sair da Terra e habitar um novo planeta e se perdendo no caminho.

Quem lembra do seriado antigo ou até do filme feito mais recentemente, vai ver o quanto Perdidos no Espaço é atual e diferente.

Todos os personagens da família tem bom desempenho, mas os pais são os destaques. John Robinson (Toby Stephens) e Maureen Robinson (Molly Parker) mostram problemas do dia a dia e como isso pode afetar toda a família e o futuro deles no planeta desconhecido.

Óbvio que não podia faltar um vilão, ou melhor, vilã, na pele da Dra. Smith, que traz um personagem totalmente desprovido de emoções e com forte poder de fazer você odiá-la, o que faz com que o objetivo seja cumprido plenamente.

Mas o personagem principal é interpretado por Max Jenkins (Sense8, Traição). No papel do  curioso e sensível Will Robinson, o mais novo e vulnerável do clã, mostra-se um grande nome do elenco e faz um ótimo papel juntamente com seu amigo, o Robô. Aliás, a relação entre os dois é uma das melhores partes da história, afinal Will tem que lidar com um ser que não tem sentimentos e dizimou diversas pessoas em um ataque à nave mãe.

O menino faz o papel de pai do robô, ensinando a bondade, a brincar de jogar bola e a não matar também!

Temos pelo menos três momentos marcantes entre os dois. As cenas finais são de cortar o coração. E fazem a gente esperar pela segunda temporada.

Se vale a pena assistir a 1ª temporada de Perdidos no Espaço? Com certeza, já que a história é praticamente nova e repaginada. E já devem existir planos para uma possível segunda temporada.