Tolkien

Uma lista obrigatória para os fãs do Tolkien

O ano de 2018 está cheio de novidades para os fãs de J.R.R. Tolkien. Porém, entre a publicação do inédito “The Fall of Gondolin” e o lançamento de uma cinebiografia com Nicholas Holt, é o acerto entre a Amazon e os herdeiros do professor para a produção de uma série sobre a Terra-Média que mais gera ansiedade.

Com a ideia inicial de cinco temporadas e o intuito de explorar tramas que antecedem os acontecimentos de O Senhor dos Anéis, a série dividiu os leitores entre os que ficaram (muito) entusiasmados e aqueles que não acreditam ser possível uma adaptação que faça jus aos trabalhos de Tolkien. Em meio a isso, estão os fãs que se apaixonaram pelas adaptações cinematográficas de Peter Jackson e não conhecem a mitologia da Terra-Média, muitos nem se quer sabiam do extenso material abrangendo a história antes de O Senhor dos Anéis.

Mesmo cultuando os filmes, muitos fogem da leitura de Tolkien pela complexidade das obras. Contudo, não é necessário aprender a língua Élfica ou decorar os caminhos de Frodo pela Terra-Média, se afundar no extenso material não é essencial para ser impactado pelo autor. Então fica a dúvida: quais são os livros essenciais e por onde começar?

Existe sim uma ordem cronológica de leitura, mas Tolkien construiu seu mundo fantástico de trás para frente, o que torna a linguagem do nascimento da Terra-Média muito mais complexa do que a apresentada em sua última Era. Logo, o recomendado é seguir a ordem de publicação.

1) O HOBBIT

Um livro fácil, conta de maneira leve e curta como O Anel chegou às mãos de Bilbo Bolseiro (não justificando os três filmes de sua adaptação cinematográfica). O Hobbit foi escrito por Tolkien para seus filhos e reescrito após o lançamento de O Senhor dos Anéis para que se encaixassem melhor.

2) O SENHOR DOS ANÉIS

A trilogia que conta a jornada de Frodo e toda Sociedade do Anel até o fim definitivo de Mordor não pode ser considerada uma obra infantil como seu antecessor. Com um tom mais sombrio e cercado de mitologia, sua complexidade de detalhes fez o próprio Tolkien se arrepender da promessa de entregar apêndices explicativos em O Retorno do Rei.

3) O SILMARILLION

Um pouco complicado no começo, este livro traz o gênese da Terra-Média, com seres celestiais e a criação de cada uma das raças que a povoam. Por meio de rimas, poemas e narrações, são descritas todas as ambições e corrupções dos povos ao longo de duas Eras, culminando na criação dos anéis de poder.

Tendo dedicado boa parte de sua vida a esses textos, Tolkien não viu sua publicação. Esta é fruto da edição de seu filho Christopher e reconstrução de fragmentos faltantes pelo escritor Guy Gavriel Kay.

4) CONTOS INACABADOS

Assim como O Silmarillion, trata-se de uma compilação póstuma de contos sobre a Terra-Média, porém com tom mais fácil de leitura. Traz maiores explicações de fatos descritos em anteriormente e diversos momentos inéditos significativos para os eventos de O Senhor dos Anéis.

5) OS FILHOS DE HÚRIN

Narração completa da história apresentada brevemente em O Silmarillion. Tolkien trabalhou durante anos em sua narrativa, reescrevendo continuamente seu conteúdo e tendo seu perfeccionismo como seu maior inimigo. O resultado é uma história de infortúnios, triste e brilhantemente escrita.

Vale lembrar que no Brasil os cinco livros acima foram publicados pela Editora WMF Martins Fontes. Entretanto, este ano os direitos de publicação de Tolkien passam para a HarperCollins Brasil, com um projeto consistente de posicionamento e distribuição das obras para um merecido alcance do autor no país.

Siga nossas redes sociais:

Leia também:

Assista também: