3ª temporada Legends of Tomorrow

Chegou ao fim a 3ª temporada Legends of Tomorrow, a série do canal americano The CW. Fique tranquilo, essa crítica NÃO CONTÉM SPOILERS!

Siga nossas redes sociais:

Mas afinal, a 3ª temporada Legends of Tomorrow foi boa?

Legends of Tomorrow é uma série complicada. Mesmo fazendo parte do Arrowverse, a produção mais parece o lugar para encostar personagens. Tudo aquilo que não deu certo em The Flash, Arrow ou Supergirl, pode ganhar uma segunda chance em Legends. E convenhamos isso é muito ruim. Se um personagem já não fez sucesso nas outras produções, por que reaproveitá-lo? Costumo brincar que essa é a série dos rejeitados.

3ª temporada Legends of Tomorrow não fugiu dessa regra. Rip Hunter (Arthur Darvill) perdeu completamente o espaço para o carisma da Canário Branco (Caity Lotz), que consolidou a sua liderança diante do grupo. A série novamente apresentou problemas envolvendo a linha do tempo, e a equipe foi ganhando novos membros com o passar dos episódios.

Depois de três temporadas, o problema de Legends of Tomorrow nem é mais a falta de carisma de alguns personagens e sim a falta de criatividade do roteiro. As viagens no tempo são legais e trazendo personalidades famosas como George Lucas, Elvis Presley, entre outros. Mas poxa, toda temporada alguém vai ter que ameaçar a linha temporal para as lendas terem que entrar em ação? Essa repetição de fórmula já perdeu a graça.

Ainda falando sobre desgastes, não entendo porque catso a 3ª temporada Legends of Tomorrow resolveu reaproveitar Damien Darhk (Neal McDonough). O vilão já foi muito mal na 4ª temporada de Arrow e agora desperdiçou, e uso essa palavra, pois a produção poderia ter escolhido qualquer outro antagonista para servir de vilão principal, mas não, foram reaproveitar um personagem completamente sem carisma e saturado. Juro que não entendo! Se alguém puder me responder, por que trouxeram esse personagem de volta, eu agradeço.

Se você for encarar Legends of Tomorrow como uma série que faz parte do pacote do Arrowverse e que você tem que assistir para se divertir com as conexões, referências e crossovers, ok, ela é um bom passatempo, mas, não espere nada além disso.

Ok, chega de bater vai! A 3ª temporada Legends of Tomorrow teve alguns momentos interessantes e desenvolveu algumas relações que me chamaram a atenção, como por exemplo Nate e Amaya. Além de ter uma boa química e serem carismáticos, o casal viveu um drama que trouxe tempero para a série.

A saída de Victor Garber deixou um vazio na equipe, fazendo com que o grupo perdesse o único membro mais sério e deixando Franz Drameh completamente sem utilidade na trama. Brandon Routh e Dominic Purcell continuam servindo de alívio cômico e não têm grande destaque ou importância.

No geral, Legends of Tomorrow precisa melhorar muito o seu roteiro e trabalhar melhor os seus personagens. De todo o universo da DC Comics na TV, sem sombra de dúvidas essa é a série mais fraca.