No dia 29 de março, chega aos cinemas Jogador Nº1, o novo filme dirigido por Steven Spielberg. Fique tranquilo, essa crítica NÃO CONTÉM SPOILERS!

Siga nossas redes sociais:

Mas afinal, o filme é bom?

Mais uma vez Steven Spielberg mostra porque é um dos melhores diretores de todos os tempos. Jogador Nº1 é um show de efeitos visuais. Mesmo não se tratando da adaptação de um game e sim de um livro, o longa proporciona a melhor experiência vista até hoje nos cinemas, do que é estar dentro de um jogo. É imersivo, fascinante e encantador. Você entra no OASIS e pensa: quero morar nesse lugar.

O elenco é capitaneado pelo protagonista vivido por Tye Sheridan, que consegue ter uma boa entrega dentro do que é esperado de seu personagem. Ele representa a verdadeira personificação do que é um nerd apaixonado por um game e fã do criador desse universo fantástico. Muitos irão se identificar com o papel, afinal, quantos de nós já não idolatramos algum gênio, seja da tecnologia, cinema, quadrinhos e outros campos?

Mesmo o protagonismo sendo de Sheridan, quem rouba a cena e abrilhanta o filme é Olivia Cooke. A atriz esbanja carisma, coragem e astúcia, servindo como o motor da trama. Tye tira a história do ambiente comum, mas é Olivia que o move a continuar até o final. Sua personagem é a representação da mulher gamer, tecnológica e muitas vezes melhor do que os homens nesse universo digital.

Uma surpresa agradável foi a presença de Lena Whaite no elenco. A atriz apoia muito bem o protagonista e vive bons momentos no filme. Seu sorriso e astral são cativantes e logo quando ela aparece você se afeiçoa com seu rosto.

O caricato vilão vivido por Ben Mendelsohn brilha mais quando está no OASIS, que se assemelha a grandes chefões do games. Quando vemos o ator em tela, ele não consegue nos convencer por conta da sua atuação canastrona. Se Ben tivesse mostrado a postura firme e imponente que apresentou em Rogue One, sua participação se destacaria no filme.

A trilha sonora dos anos 80 abrilhantam ainda mais o filme e embalam a divertida caça aos easter-eggs (referências). Jogador Nº1 vale a pena ser visto mais de uma vez e em uma tela gigante, assim você consegue passar o filme todo encontrando as referências contidas no longa.

Com uma mensagem positiva que equilibra a nerdice e as relações interpessoais, Jogador Nº1 é uma grande homenagem à cultura pop nerd. O filme representa uma legião de apaixonados e traz para as telas a essência do que é ser nerd. É muito gostoso de ver.

Não perca a estreia no dia 29 de março.