Artista do Desastre

No dia 25 de janeiro, chega ao cinema Artista do Desastre, um filme dirigido e estrelado por James Franco. Fique tranquilo essa crítica NÃO CONTÉM SPOILERS!

Siga nossas redes sociais:

Mas afinal, o filme é bom?

O diretor James Franco (Último Desejo) transforma a história real e tragicômica do aspirante a cineasta e infame pária de Hollywood, Tommy Wiseau – um artista cuja paixão era tão sincera quanto seus métodos eram questionáveis – em uma celebração da amizade, da expressão artística e de sonhos que se buscam contra as mais insuperáveis dificuldades. Baseado no livro best-seller de Greg Sestero, que conta todos os detalhes sobre os bastidores de um dos desastres mais geniais, clássico e cult – The Room (O Melhor Pior Filme de Todos os Tempos).

No cenário competitivo e extremamente difícil que é Hollywood, surgiu um maluco, que tinha o sonho de se tornar uma estrela. Quantos de nós já sonhamos como Tommy Wiseau? Vários, não é mesmo? E em meio a uma fortuna inestimável, uma promessa a um amigo e uma completa falta de noção e talento, nasceu um filme que hoje é um clássico do cinema moderno e do universo cult.

Inicio dizendo que Artista do Desastre é o melhor filme da carreira de James Franco. Além de dirigir, ele dá um show em tela com uma atuação carregada de trejeitos, um sotaque marcante e uma expressão facial inigualável. O desafio de Franco era desconstruir tudo aquilo que ele aprendeu ao longo de sua carreira como ator e entregar uma figura caricata e completamente sem talento. Que obra prima! Mesmo insano e completamente fora da casinha, o protagonista esbanja carisma e empatia. Logo nos primeiros minutos aterrissamos num mundo onde tudo é possível e não existe mais o ridículo. Em meio a tanta loucura e bizarrices, a estrela de James Franco brilhou e ele nos presenteou com um personagem marcante, único e peculiar.

Claramente não são todas as pessoas que tem o dinheiro de Wiseau para realizar o sonho na marra. Contudo, o longa passa várias mensagens interessantes e inspiradoras. Nunca deixe de sonhar e acreditar que é possível tornar realidade. Esforço e dedicação são fatores primordiais para qualquer realização. Outro ponto interessante está relacionado à ótica que enxergamos as coisas. Artista do Desastre nos conta a história do pior filme do mundo, mas que hoje é tido como um clássico e se imortalizou na história de Hollywood. O resultado dessa história serve para nos mostrar que de toda situação, por mais desastrosa e terrível que pareça, temos que tirar algo de positivo. Nada dá 100% errado e nem tudo é 100% perfeito. Toda resolução seja ela positiva ou negativa, vem acompanhada de uma lição e um aprendizado.

A família Franco fez história nesse filme. O caçula Dave Franco tem papel fundamental para o desenvolvimento da trama e esbanja química e talento ao lado do irmão. Dave representa a sanidade do protagonista. Ele serve como gatilho inicial para que o projeto saia do papel e passa o restante da jornada tentando equilibrar e centralizar as loucuras do amigo. Tanto o clímax quanto o fechamento dessa história partem de seu personagem, que serve como o apoio perfeito para o destaque e brilho de James Franco. Os irmãos atuaram muito bem juntos e merecem o nosso aplauso.

O elenco de apoio de Artista do Desastre não tem tanto destaque. Os vários atores conhecidos do público fazem participações tímidas, mas gostosas de ver em tela. Durante toda sua duração, o longa com certeza arrancará risadas e te divertirá em vários momentos com as situações bizarras e falta de talento de seus personagens.

Artista do Desastre consagra o nome de James Franco em Hollywood e eleva seu patamar como ator e diretor. Ele tem talento e toda uma carreira promissora pela frente, basta manter-se na linha e não perder o foco e a noção em suas atitudes. Com esse filme, o ator deve garantir sua indicação ao Oscar 2018 e inicia o ano de uma forma marcante e memorável. Com certeza lembraremos sua atuação por muitos e muitos anos.

Se você procura um filme divertido, engraçado, com uma história leve, cheio de pontos para pensar e algumas maluquices, não perca a estreia de Artista do Desastre. Tenho certeza que você se divertirá muito e sairá com um sorriso no rosto do cinema. Por fim, vale destacar que a montagem final entre as cenas do filme original e do remake, serviu para gerarmos ainda mais empatia pelos personagens dessa história bizarra.

Artista do Desastre estreia no dia 25 de janeiro.

Você está animado para esse filme? Quais são as suas expectativas? Conta pra gente nos comentários!