Com a saída dos produtores do Dark Universe, projeto segue com futuro incerto!

Essa semana os planos da Universal de criar um universo expandido foram ameaçados com a saída de Alex Kurtzman e Chris Morgan, os produtores do Dark Universe. Os dois eram considerados principais arquitetos do projeto. Kurtzman decidiu abandonar o barco para focar em projetos voltados para a TV, enquanto Morgan resolveu se dedicar ao novo Velozes e Furiosos.

Em comunicado oficial enviado ao The Hollywood Reporter, o Presidente de Produções Peter Cramer comentou a saída:

“Nós aprendemos muitas coisas no processo criativo do Dark Universe até agora e estamos pensando nesses filmes como projetos autorais de cineastas, cada um com uma visão diferente. Não vamos nos apressar para conseguirmos encaixar os filmes em datas de estreia pré-estabelecidas e vamos seguir com eles quando sentirmos que estamos no melhor caminho possível para cada um.”

O Dark Universe começou a desandar há cerca de um mês quando a pré-produção de “A Noiva de Frankenstein” foi paralisada por tempo indeterminado. Apesar do fracasso comercial de A Múmia e dá má receptividade do público, a Universal procura encontrar diretores renomados para assumir o projeto.

 

 

Por enquanto Javier Bardem (Frankenstein), Russel Crowe (Doutor Henry Jekyll), Sofia Boutella (A Múmia) e Johnny Depp (O Homem Invisível) continuam ligados ao Dark Universe. Vamos aguardar por mais novidades!

Qual a sua opinião: o Dark Universe que nem nasceu deveria acabar ou ele tem salvação? Conta pra gente nos comentários!

Leia também:

Assista também: