23 anos na TV brasileira

Cavaleiros comemora 23 anos na TV brasileira e continua trazendo novidades!

Hoje (01) Os Cavaleiros do Zodíaco comemoram 23 anos na TV brasileira e celebrando essa data, resolvemos homenagear o anime que marcou toda uma geração.

Como fã apaixonado que sou, resolvi dividir alguns tópicos importantes na história da franquia. Espero que vocês gostem!

As lições ensinadas no anime

Costumo dizer que Os Cavaleiros do Zodíaco marcaram a minha vida e me ensinaram lições e valores importantíssimos. Esse ponto é interessante se comparado aos dias de hoje na qual vemos uma serie de desenhos sem esse fundo educativo.

Durante todas as sagas acompanhamos Seiya, Shiryu, Hyoga, Ikki e Sun lutando por um objetivoperseverando nas dificuldades, insistindo naquilo que acreditavam e acima de tudo, mostrando que a união faz a força. Pode parecer que não, mas no mundo em que vivemos hoje, os valores e lições apresentadas durante todos os episódios fazem a diferença no nosso dia a dia.

A febre dos colecionáveis

Esse tópico é dedicado a todos aqueles que assim como eu, gastou rios de dinheiro para montar a coleção de bonecos dos Cavaleiros do Zodíaco. Você conseguiu completar a sua? Poste a sua foto nos comentários.

Para época, os bonecos com armaduras removíveis revolucionaram a indústria de brinquedos e enlouqueceram a criançada. Hoje em dia encontramos verdadeiras obras de arte da franquia. A qualidade dos colecionáveis aumentou de tal maneira que dá até dó tirá-los da caixa.

Os Cavaleiros do Zodíaco nos cinemas

A criançada ficava enlouquecida ao ver Seiya e seus companheiros ganharem as telonas, o que rendeu a franquia vários filmes. Até hoje os fãs mais antigos guardam com carinho as fitas amarelas que se tornaram relíquias.

Os longas de Cavaleiros traziam histórias paralelas a saga regular e apresentavam personagens novos. O filme “A Grande Batalha dos Deuses” deu o pontapé inicial para criação da saga de Asgard, uma das minhas favoritas diga-se de passagem.

Uma das melhores dublagens até hoje

A dublagem brasileira nunca mais foi a mesma desde o surgimento de Cavaleiros do Zodíaco. A franquia deu notoriedade aos atores que hoje são parados na rua e reconhecidos por seus fãs.

Há 23 anos na TV brasileira, Letícia Quinto (Saiori Kido), Hermes Baroli (Seiya de Pégasus), Élcio Sodré (Shiryu de Dragão), Francisco Brêtas (Hyoga de Cisne), Leonardo Camilo (Ikki de Fênix) e Ulisses Bezerra (Shun de Andrômeda) nos emocionam com as suas vozes e interpretações.

Em diversas oportunidades e entrevistas, os atores expressaram a gratidão e amor pela franquia que os tirou do anonimato e os fez ganhar uma legião de fãs. Realmente, não tem como negar, as vozes de Cavaleiros do Zodíaco são impecáveis e fazem toda a diferença.

Começando da esquerda: Francisco Brêtas, Hermes Baroli, Élcio Sodré, Ulisses Bezerra e Leonardo Camilo.

A Saga de Hades ressuscita a franquia

Os fãs sofreram muito quando Os Cavaleiros do Zodíaco saiu do ar. A espera foi longa, mas a esperança de ver a tão aguardada Saga de Hades na TV nunca morreu. O lançamento do arco deu um novo gás para a franquia que voltou para os holofotes. Nos reencontrávamos com Seiya e seus companheiros naquele que seria o maior desafio de suas vidas.

A Saga de Hades veio com um traço moderno, músicas e personagens novos e desenvolveu uma história memorável. Que belo arco, meus amigos. Confesso a vocês que me emocionei em vários momentos.

A partir dai, a franquia ganhou fôlego para lançar outros títulos como Lost Canvas, Ômega e Soul of Gold.

Os dias de hoje

Se você pensa que Cavaleiros do Zodíaco acabou e só vive do sucesso do passado, engano seu. A franquia tem um filme live-action e uma série original da Netflix em desenvolvimento e vários outros produtos a serem explorados nos próximos anos. Novidades é o que não vão faltar!

Essa foi a nossa singela homenagem aos 23 anos na TV brasileira de um anime que deixou a sua marca na história e que contagia os fãs até hoje.

Qual o seu arco favorito da série? Conta pra gente nos comentários!

Leia também:

Até a próxima e vida longa aos Cavaleiros do Zodíaco!