The Spoils of War

The Spoils of War, o melhor episódio da 7ª temporada até agora!

Ontem (06) foi ao ar o quarto episódio da 7ª temporada de Game of Thrones, intitulado The Spoils of War. CUIDADO, SPOILERS ABAIXO!

Siga nossas redes sociais:

Os Lannisters sempre pagam as suas dívidas

No quarto episódio da 7ª temporada, The Spoils of War, a famosa frase da casa Lannister foi comprovada. Depois de derrotar os Tyrell, Jaime inicia o episódio conduzindo o ouro do Jardim de Cima para Porto Real, onde Cersei e o representante do Banco de Ferro aguardam o pagamento. Início morno depois da revelação de Olenna no capítulo anterior, mas já preparando para um momento épico que estava por vir.

Enquanto espera o ouro, Cersei revela ao representante do Banco de Ferro o interesse em expandir o seu exército. O Mão da Rainha, Qyburn, está em Essos negociando com o banco de lá. O ponto é: além de Euron, quem mais poderia se aliar os Lannister? Tendo em vista que sobraram poucas casas importantes e exércitos, da onde surgiriam guerreiros para apoiar a Rainha?

O clima entre Jon e Dany começa a se desenvolver!

Torça você ou não para o relacionamento entre os dois (e sim, eu sei que são tia e sobrinho e sei que isso é tão absurdo quanto os irmãos se comendo), o episódio de ontem The Spoils of War desenvolveu um pouco mais a relação entre Jon e Dany. Senti a aproximação a partir do momento em que ele a chamou de: vossa alteza. Como o ego da Mãe dos Dragões já é pouco inflado, ver o Rei do Norte começar a ceder facilitou as coisas.

A cena da caverna foi interessante para reforçar a ameaça dos White Walkers e de quebra serviu pra eles se aproximarem, ou só eu notei ele segurando na mão dela pra conduzir a tocha de fogo? Pelo diálogo e postura dos dois, Dany só conseguirá dobrar o Rei do Norte como um casamento. Vocês se lembram que ela mesma afirmou que a melhor maneira de se fazer alianças é casando? (diálogo entre ela e Daario Naharis na temporada passada). Pois bem, o Rei do Norte não irá se ajoelhar. Jon aprendeu, cresceu e como ele mesmo disse: o Sul só trouxe desgraça e sofrimento para o seu povo. Não faz sentido ele ceder só porque ela quer.

O que o Mindinho está tramando?

Até agora o Mindinho comeu pelas beiradas e rastejou como uma cobra. Ele já demonstrou interesse em se casar com Sansa, mas ainda não está claro (pelo menos pra mim) como ele pretende dar esse golpe.

Uma das cenas mais curiosas de The Spoils of War foi: por que que ele deu a adaga para o Bran? O que ele espera em troca? O que ele pretendia com isso? Se você tiver uma teoria ou explicação, por favor, conta pra mim.

A única coisa que destaco disso é que Arya usará essa mesma adaga para matá-lo até o final dessa temporada. E Bran sabia disso quando entregou a arma para a irmã mais nova.

Brandon Stark morreu na caverna

Se você (assim como eu) achou muito frio o reencontro entre Bran e Sansa, The Spoils of War serviu para nos mostrar o por que. O diálogo entre o jovem Corvo de Três Olhos e Meera foi esclarecedor:

– Estou indo embora. Você está seguro e não precisa mais de mim. Quando eles (Os Outros) vierem, quero estar com a minha família.
– É, não preciso mais de você. Obrigado.

Mais alguém ficou puto com a frieza dele? Tudo bem que ele virou o Corvo, mas poxa, custava mostrar mais gratidão por tudo o que ela fez por ele? #chateado

Seja um dragão!

Seguindo o conselho de Olenna, Dany se impõe em relação as falhas estratégicas de Tyrion e resolve tomar uma atitude. Destaco dois pontos nessa cena:

1) Por que as estratégias de Tyrion estão dando errado?

A principal arma do anão durante toda a série foi a sua inteligência. De fato ele não é um general de guerra e tão pouco tem experiência nessa área, mas ainda sim, Tyrion sempre esteve acima da média em relação a qualquer outro personagem quando o quesito era astucia e lógica.

Discordo daquela teoria de que tem alguém infiltrado e traindo Dany. Não diminuo o potencial do anão, só atribuo as derrotas da casa Targaryen para o bem sucedido Jaime Lannister. O general da Rainha tem vasta experiência em campo de batalha e ainda conta com a mente perversa e ardilosa de sua irmã. Ponto pra eles.

2) A presença de Jon Snow é importante para Daenerys

Reforçando a aproximação dos dois, destaco o fato de Dany ter insistido na permanência de Jon e Davos durante a discussão sobre a guerra. Além de ser um potencial aliado, o Rei do Norte tem experiência de sobra em batalhas. Ao mantê-lo ali e ainda pedir a sua opinião, a Mãe dos Dragões mostrou confiança e importar-se com a aprovação dele em relação as suas atitudes.

A Reunião dos Starks

Jon já reencontrou Sansa, Bran voltou pra casa e agora só faltava a pequena assassina chegar. Adorei o diálogo, a postura e o todo dessa cena. Confesso a vocês que fiquei emocionado quando Podrick e Brienne observaram os três juntos: “Catelyn Stark ficaria orgulhosa, milady”. Realmente ficaria.

Falando de Arya e Brienne, que cena fudida das duas “treinando”. Fiquei tão impressionado quanto a cavaleira de Tarth. Imaginem na hora da guerra contra os White Walkers o estrago que essas duas vão fazer? Fico ansioso só de pensar.

A primeira derrota dos Lannisters

Equilibrando a guerra, The Spoils of War nos apresentou a primeira derrota dos Lannisters. Tudo parecia correr conforme o planejado, mas quando o assunto é Daenerys Targaryen, não esperem passividade, esperem fogo.

O início do ataque me lembrou os índios atacando os fortes nos filmes de faroeste. Jaime deveria ter seguido o conselho de Bronn. Lutar contra os dothraki em campo aberto nunca foi uma boa escolha, principalmente quando eles tem ao seu lado um dragão adulto como reforço. Falando nisso, que cena incrível a chegada da Mãe dos Dragões. Dany veio cheia de raiva e esbanjando “Dracarys” pra lá e pra cá.

Ao mesmo que vibrava com os ataques, fiquei apreensivo quando Bronn foi usar a arma de Qyburn. São tantas as teorias e burburinhos de que um dos dragões vai morrer, que pensei: será que vai ser agora? Ainda bem que não.

Review do quarto episódio

Essa sequência final de The Spoils of War foi incrível. Senti o pesar nos olhos de Tyrion. Ele é fiel a Dany, mas deve ser muito difícil ver a sua casa ser queimada. A cena final onde ele vê o irmão também foi tensa. Eles se amam e sempre estiveram ali um pro outro. O amor de Jaime por Cersei realmente será a sua ruína, só que espero que ele encontre a redenção antes do fim. Não acredito que ele tenha morrido. Aposto que ele se tornará um prisioneiro de guerra e o estopim para que a Rainha perca de vez a cabeça e mande toda a frota de Euron atacar Pedra do Dragão. Preparem-se, os próximos episódios prometem.

The Spoils of War foi o melhor episódio da 7ª temporada até agora. Tivemos encontros, reencontros, cenas emocionantes, de ação e um final épico. Só faltam três episódios pra acabar a temporada. O que será que vem por ai? Conta pra gente as suas expectativas nos comentários.

Leia também:

Assista também:

Parte I

Parte II