Game of Thrones 7x03

Game of Thrones 7×03 – Aquele encontro tão esperado finalmente aconteceu

Hoje (30) foi ao ar o terceiro episódio da 7ª temporada de Game of Thrones 7×03. Se você ainda não assistiu, CUIDADO, SPOILERS ABAIXO!

Siga nossas redes sociais:

“Ajoelhe-se e me reconheça como sua rainha”

O tão aguardado encontro entre Jon Snow e Daenerys finalmente aconteceu no episódio “Game of Thrones 7×03 – The Queen’s of Justice”. Até agora a Mãe dos Dragões derrotou todos os seus inimigos e viu aqueles que cruzaram o seu caminho se prostrarem a seus pés. Mas alto lá Rainha! Você acabou de conhecer o homem que voltou dos mortos, conviveu e aprendeu com os selvagens que não devemos nos ajoelhar a ninguém. A postura do Rei do Norte me lembrou os tempos em que ele o Mance Rayder conversavam sobre ajoelhar-se diante de reis e rainhas. O saudoso Rei do Selvagens ficaria orgulho de ver como o antigo Corvo (como ele o chamava) se tornou um homem de fibra (ele já tinha, mas desenvolveu ainda mais com o tempo).

Por mais que eu tenha achado incrível ver os três (Tyrion, Dany e Jon) frente a frente, o ego e arrogância da Quebradora de Correntes me incomodou. Sua postura impositiva e impetuosa (como Olenna sugeriu que ela adotasse) é completamente justificada pelo fato dela nunca ter sido derrotada antes, mas para conseguir aliados, não basta se impor, precisa de política, flexibilidade e acordos favoráveis para ambas as partes.

Tyrion tem se mostrado melhor conciliador do que estrategista de guerra. A forma como ele intermedeia os interesses das crianças (excelente colocação de Jon. De fato parecem um bando de crianças mimadas brigando pela bola) e apazígua os ânimos foi muito boa e gostosa de se ver. O anão sempre foi muito bom com as palavras. Adoro seus diálogos.

Uma das coisas que mais gosto em Jon é a sua simplicidade. Me deliciei com a apresentação toda pomposa de Dany com seus milhares de títulos, enquanto do outro lado temos somente Jon Snow. Em meio a tantas rainhas cheias de ambições e egos elevados, o intitulado pelo povo como o Rei do Norte só quer salvar as pessoas e livrá-las da ameaça que se aproxima. Essa pureza no coração, inocência em alguns momentos e coragem de enfrentar um perigo quase que indestrutível, fazem do bastardo um dos melhores personagens da série na minha opinião.

terceiro episódio

Jon caminha a passos largos para ser de fato o Azor Ahai

Brevemente vamos voltar a teoria do Azor Ahai trazendo um dos pontos interessantes do episódio de Game of Thrones 7×03. Vocês repararam na frase proferida por Sor Davos e repetida por Dany? Foi algo mais ou menos assim:

“…cravar uma espada no coração para salvar o seu povo” (destaquei só a parte que interessa). Na hora que ouvi isso, logo associei com o fato do Azor Ahai ter cravado sua espada no coração da pessoa que ele mais amava (a Nissa Nissa) para salvar o seu povo. Mais alguém reparou nisso?

Partindo dessa associação, Daenerys seria a Nissa Nissa e Jon Snow o Azor Ahai. Obviamente eles acabaram de se conhecer e não tem nem sequer um laço de amizade estabelecido, quem diria se amarem profundamente. Porém, como a história tem se desenrolado numa velocidade considerável, não me surpreenderia se até o final da 7ª temporada eles terem se tornado amantes. Caso isso aconteça e ela de fato seja o sacrífico que Jon terá que fazer para vencer a guerra contra os mortos, só veremos isso na última temporada. O que vocês acham? Contem nos comentários.

Cersei segue implacável

Mesmo tendo Dothrakis, Imaculados, navios, dragões e um vasto exército, as coisas não andam nada bem para Daenerys. Do outro lado, Cersei tem vencido uma batalha atrás da outra e vem se mostrando uma rainha implacável isso graças a aliança com Euron Greyjoy. O Rei das Ilhas de Ferro se mostrou o melhor capitão dos 14 mares e a cada episódio nos mostra um pouco mais de sua loucura, arrogância e ferocidade. Um par perfeito para a irmã de Jaime.

Mesmo Ellaria tendo matado Myrcella, fiquei com dó de seu destino. Ver a filha preferida morrer diante de seus olhos e não poder fazer nada, foi muito cruel. Um a um, os inimigos dos Lannisters estão caindo. É melhor Daenerys baixar a bola e parar com esse preciosismo de “se ajoelhe aos meus pés” ou ela vai acabar perdendo essa guerra.

Mais um Stark volta pra casa

Na ausência de Jon, Sansa se mostrou uma excelente governante. Dá gosto de ver como a menina cresceu e se tornou uma mulher sábia. Reforço que os dias do Mindinho estão contados. Mesmo ela ainda dando trela pra ele, sua sentença será decretada até o final dessa temporada. A jovem só precisa arquitetar um plano para manter os soldados após a morte de Lorde Baelish.

Outro ponto alto do episódio de Game of Thrones 7×03, foi o retorno de Bran para casa. O jovem Corvo de Três Olhos mostrou um postura fria, distante, serena e eu diria apática diante do reencontro. Associo isso ao fato de estar enxergando o mal que se aproxima e de estar procurando aprender mais sobre suas habilidades. Contudo, não senti o calor e emoção da mesma forma que o abraço no reencontro de Sansa e Jon. Mesmo Brandon estando com o pensamento em outro lugar, ele poderia ter vibrado um pouco mais por ter reencontro a irmã, não acham?

“Avise para Cersei que fui eu que o matei”

Fechando esse review, quero destacar o final espetacular do terceiro episódio da 7ª temporada. O diálogo Jaime e Olenna foi muito bom. A leitura que a matriarca da casa Tyrell fez das atitudes de Cersei e seu irmão foi incrível. “Ela será a sua ruína…você já se perdeu”.

Concordo cem porcento com o que ela disse. Jaime precisa abrir os olhos antes que seja tarde demais. Ele precisa enxergar o monstro que se deita ao seu lado antes dele sucumbir a essa paixão destrutiva. Euron está louco pra matá-lo e sentar-se no trono. Cersei só se importa em tirar todos aqueles que se opuserem a ela de seu caminho. E o cavaleiro apaixonado acredita nessa falsa ideia de que no cenário pós-guerra os dois viverão felizes e em paz. Acorda Jaime, antes que seja tarde!

Uma das melhores coisas da 7ª temporada são os links com acontecimentos do passado. Vibrei quando Olenna, já condenada a morte, confessa ter sido a responsável pelo envenenamento de Joffrey. A reação de Jaime foi muito boa. Isso só reforçou a inocência de Tyrion e foi mais um ponto para ele se atentar na crueldade e insanidade de Cersei.

É isso ai meus amigos, o  episódio de Game of Thrones 7×03 foi muito bom e as expectativas para o quarto só aumentam. Conta pra gente a sua opinião e deixe as suas teorias nos comentários, ok?

Leia também:

Assista também:

Parte I

Parte II