Valerian e a Cidade dos Mil Planetas

“Star Wars, I am your father!”

Fala Nerds! Neste post vocês poderão conhecer melhor sobre o Valerian e a Cidade dos Mil Planetas e como este foi a grande inspiração para George Lucas quando criou o Star Wars. Vamos lá!

Origem

Poucas pessoas conhecem a história por trás de Valerian e a Cidade dos Mil Planetas e de como este é uma das HQs europeias mais influentes da cultura nerd dos anos 80.

Na verdade a HQ original foi publicada com o nome Valérian e Laureline, ou no Brasil como foi chamado pela Globinho de Valerian: O Agente Espaço-Temporal.

Esta belíssima obra-prima Francesa de ficção científica, foi criada por Pierre Christin (esq.) e o artista Jean-Claude Mézières (dir.) no ano de 1967, e só foi finalizada em 2010 (uau!).

Valerian e a Cidade de Mil Planetas

A primeira editora da obra foi a Pilote, que publicou diversos volumes. Após isto a Dargaud assumiu as publicações até o último volume em 2010.

Enredo da HQ

A história por trás de Valerian: O Agente Espaço-Temporal é bem intrigante e inovadora. Talvez não para os padrões de hoje em dia, mas imagine isso nos anos 70 (Top!).

Tudo se passa no século 28, onde a Humanidade descobriu formas de afetar o espaço e tempo continuum. A capital da Terra é Galaxity, como também é o centro do vasto Império da Terra.

A própria Terra se tornou uma utopia virtual, onde humanos vivem constantemente seus sonhos mais incríveis. Tudo isso sendo controlado pelos benignos Tecnocratas do primeiro círculo.

Neste universo existe o serviço de proteção ao espaço-tempo. Estes agente possuem o objetivo de proteger o Império contra paradoxos do tempo e espaço causados por viajantes do tempo renegados.

Protagonistas Valerian e a Cidade dos Mil Planetas

Valérian

Valerian e a Cidade de Mil Planetas

Um agente do serviço de proteção do espaço-tempo. Nascido na Terra na capital Galaxity, ele foi treinado para ser um soldado em ação.

Valérian é para todos os efeitos o modelo de super herói. Forte e confiável ele batalha dia após dia, volume após volume para salvar Galaxity e o Império da Terra

Momento Cultura Nerd1: Seu nome é proveniente da palavra em latim Valere, que significa “ser forte”.

Este personagem foi fortemente influenciado pela época em que foi criado. Imagine o advento dos quadrinhos com seus super heróis americanos, sendo populares no mundo todo. Definitivamente uma fonte de inspiração.

Laureline

Valerian e a Cidade de Mil Planetas

Uma simples camponesa do século 11, que por acaso descobre que Valérian é um viajante do tempo, e é obrigada a viajar com ele em sua jornada.

Chegando em Galaxity ela recebe o mesmo treinamento que ele para ser tornar um agente do espaço-tempo, como também é designada como sua parceira.

Momento Cultura Nerd2: Seu nome foi criado com o intuito de ser “medieval” e “doce”.

Inicialmente, Laureline só seria usada na primeira história. Porém seu caráter forte, sex appeal inegável e completa diferença com outras personagens femininas de HQs da época, os autores decidiram por mante-la como uma das protagonistas.

Seu papel na história é raso, e só torna-se relevante na história depois de alguns volumes onde ela salva Valérian e o dia constantemente.

Outros personagens até que importantes

Obviamente que as histórias giram em torno de Valérian e Laureline. Mas como qualquer história de super heróis, sempre existem aqueles que os suportam.

Neste caso temos o Mr. Albert, um cavalheiro aposentado que vive no século 20. Ele ajuda nossos heróis com contatos, mensagens e fornecimento de informações.

Valerian e a Cidade de Mil Planetas

Além dele, temos a raça chamada Os Shingouz. Este aliens pequenos, marrons, enrugados e peludos, são extremamente capitalistas e querem tirar proveito de tudo o que fazem. Ao longo da história, ele também ajudam nossos heróis com acordos, contatos e informações de toda a galáxia.

Valerian e a Cidade de Mil Planetas

Influência na ficção científica e cultura pop

Valerian e a Cidade dos Mil Planetas, ou Valerian: O Agente Espaço-Temporal, como falado acima, foi uma gigantesca influência na comunidade nerd/geek desde o final dos anos 60.

A maior destas influências foi sobre o fenômeno Star Wars criado por George Lucas. Ao analisarmos as duas obras, é possível ver, claramente, que Lucas utilizou (bastante) os conceitos da HQ Valerian e a Cidade dos Mil Planetas, ou Valerian: O Agente Espaço-Temporal. Confira abaixo:

Valerian e a Cidade de Mil Planetas

Como podem ver, o Darth Vader, o Han-Solo e o Luke Skywalker tiveram outros pais (risos). Longe de desmerecer o trabalho de George Lucas e Star Wars. Mas é sempre interessante saber de onde gênios tiram suas ideias não?

Valerian e a Cidade de Mil Planetas

Adaptação para as telonas

Essa adaptação está sob a direção de Luc Besson. O elenco conta com Dane De Haan (Valérian), Cara Delevingne (Laureline), Clive Owen (The Knick), Ethan Hawke (Boyhood: Da Infância à Juventude), John Goodman (O Natal dos Coopers), Rihanna (Battleship: A Batalha dos Mares) e Herbie Hancock (Garota Conhece o Mundo).

O filme terá sua estreia em 10 de agosto.

Veredicto

Valerian e a Cidade de Mil Planetas pertence, sem dúvida alguma, ao hall da fama de HQs. Sua história, personagens, originalidade e momento de criação, influenciaram não só o mundo geek/nerd, mas também toda a ficção científica.

Acredito que o maior sinal de seu sucesso, é que o maior sucesso de ficção de todos os tempos o utilizou como base para praticamente tudo.

Valerian e a Cidade de Mil Planetas

A obra já vendeu mais de 10.000.000 de cópias e já foi traduzido para 21 línguas. Além disto esta já foi adaptada para uma versão animada chamada de Time Jam: Valerian & Laureline. Não por coincidência, o diretor desta adaptação também foi Luc Besson.

Valerian e a Cidade de Mil Planetas

Para qualquer nerd que goste do gênero, essa é uma leitura imperdível. Sua fama com certeza perdurará, independente da qualidade do filme que estreia em 10 de agosto.

E, acima de tudo, viva o orgulho geek!

Gostou da história da HQ? Pronto para o filme? Deixe seu comentário e compartilhe!

Leia também

Assista também:

See you Space Cowboy…