Anote na sua agenda: no dia 13 de Julho, chega aos cinemas Carros 3. O longa contará mais um capítulo da história do Relâmpago McQueen. Fique tranquilo, essa crítica NÃO CONTÉM SPOILERS!

 

Mas afinal, o filme é bom?

Acho que vocês já estão carecas de saber que o primeiro longa (principalmente quando se trata de uma animação) é bom, o segundo é médio e o terceiro chega com um olhar de desconfiança e aquele sentimento de: precisavam mesmo ter continuado essa história?

Muito bem! Dito isso, chegamos a mais uma corrida Pistão e a um ponto crucial na carreira do Relâmpago McQueen: chegou a hora dele parar? Ele ainda tem gás para mais uma temporada? A premissa me remeteu aos filmes do Rocky Balboa e toda a sua jornada de superação e dedicação. Jackson Storm é um representante da nova geração e o adversário a ser batido, e já adianto a vocês que ele chegou com tudo nas pistas de corrida.

Uma vez comparado o roteiro de Carros 3 com o do boxeador italiano, já fica evidente a aplicação de uma fórmula de sucesso. A jornada do longa é previsível (com exceção do plot final), mas nem por isso desinteressante. Você se apega e torce pelo protagonista do começo ao fim (mesmo já imaginando o que vai acontecer), que consegue te cativar pela dedicação e vontade de vencer.

Um surpresa positiva do filme é a personagem Cruz Ramires, dublada pela atriz Giovanna Ewbank. Ela tem a missão de treinar o Relâmpago McQueen e colocá-lo de volta nas pistas. A química entre eles é muito boa e os dois protagonizam momentos engraçados e emocionantes. A troca de experiências é bem bacana de ver!

Como já mencionei Giovanna Ewbank acima, não posso deixar de falar da qualidade dos dubladores nacionais que dão um show. As vozes foram muito bem escolhidas e encaixadas para cada personagem. Carros 3 não é o melhor dos três filmes, mas tem uma boa história, é envolvente e termina dando início a um novo capítulo da franquia. Vamos aguardar por novidades vindas da Disney e Pixar.

Você está ansioso? Quais são as suas expectativas? Conta pra gente nos comentários.