No dia 22, chega nos cinemas Ao Cair da Noite, filme de terror do diretor Trey Edward Shults, que traz bastante tensão. Fica calmo, essa crítica NÃO TEM SPOILERS.

Mas qual é, o filme é bom?

Ao Cair da Noite é muitas coisas, e acho difícil dizer que é bom. Ele tem sim aspectos positivos, mas aparenta deixar alguns pontos críticos de lado.

A história é simples, e fala de uma família vivendo num mundo pós apocalíptico, com foco no filho único de um casal. A questão é que nós não sabemos quando se passa a história, quando houve o surto da “Doença”ou o que ela faz. Os personagens dão pouca exposição, e não dá para se aproximar deles. Parece que a escrita do filme não recebeu muita atenção.

O elenco conta com Joel Edgerton, Christopher Abbott e Riley Keough. As atuações são boas, mas não passam do ordinário.

A fotografia do filme é um dos melhores pontos. Por se passar numa casa no meio do mato e ter várias cenas a noite, existem certos momentos, que seja usando contraste de luz ou o próprio ambiente ficam bonitos, mas ameaçadores também.

A tensão também é um ponto alto. Mesmo não sabendo direito o que se passa no mundo ou quem são essas pessoas, ficamos cada vez mais tensos, tentando descobrir o que está acontecendo ou como a situação chegou nesse ponto. Sem mencionar nada específico, o final infelizmente não entrega uma conclusão digna do resto do filme.

Ao Cair da Noite conta com picos de tensão e bela fotografia. Se você gosta de filmes densos, que te deixam nervoso, essa é uma boa escolha. Já se você gosta de se envolver na história e se conectar aos personagens, vai se desapontar.

Está a fim de ver o filme? Gosta de filmes de terror? Deixe sua opinião e expectativas logo abaixo.