Fala galera! Hoje é dia de falarmos de um dos maiores clássicos do Homem-Aranha. Trata-se de A última caçada de Kraven! Vem comigo conhecer melhor esta excelente aventura do amigão da vizinhança!

Um inimigo à beira da loucura

Homem-Aranha: A Última Caçada de Kraven foi lançada nos Estados Unidos em 1987, com roteiro de J. M. Dematteis e arte de Mike Zeck.

Peter Parker, recém casado com Mary Jane, precisa se adaptar com diversas mudanças e problemas: a nova vida de casado, a preocupação com o perigo que seus entes queridos correm e um novo vilão nas ruas, o monstro canibal que vive nos esgotos, Rattus.

Em meio a isso, surge o vilão protagonista da obra, Kraven, que arquiteta um plano audacioso que consiste em, finalmente, realizar seu objetivo de capturar e superar sua maior presa: o Homem-Aranha.

Uma aventura densa e pesada, ao melhor estilo das histórias do Batman ou do Demolidor. Estamos acostumados a ver o Homem-Aranha brincalhão e espirituoso, mas aqui não temos nada disso.

Além disso, temos o uniforme negro, um dos melhores já utilizados pelo Aranha e que torna a história ainda mais obscura. Faz com que o personagem se torne maligno sem ser sua natureza.

Kraven sempre foi um vilão “B” do nosso herói, mas após esta história pode-se dizer que ele subiu de nível e só perde para o Duende Verde e Dr. Octopus. Não acham que merecia uma adaptação de respeito nos cinemas? Seria fantástico e o até diria que Gerard Butler ficaria perfeito no papel!

E vocês, já leram esse clássico? Contem pra gente o que acharam e deixem sugestões de histórias também!

Leia também:

Até a próxima!