Indiscutivelmente o ser Alien, foi um dos monstros mais insanos dos cinemas. Mas de onde veio a sua concepção?

Fala Nerds! Neste post vocês conheceram sobre a origem do monstro de H.R. Giger, que há anos vem aterrorizando as telonas (não, não foi o Ridley Scott que criou os monstros). Além disto, temos nessa semana (11/05 – quinta-feira) a estreia de Alien: Covenant, ou seja, será bem legal assistir ao novo filme, sabendo da origem destes babões de sangue ácido. Vamos lá!

Eu sou seu pai…H.R. Giger

Já se é sabido que desde o primeiro filme da franquia Alien, os monstros Xenoformos entraram para o Hall da Fama de criações fenomenais da psique humana.

Quem poderia conceber uma criação dessa? Um monstro humanoide, com sangue ácido, que fecunda seres através da boca e os usa de incubadora, para enfim explodir seu peito de forma bem “simples”, e crescer para ser um matador implacável.

Bem, conheça o artista surrealista pai, e gênio, dos Aliens e todos os seus aspectos. Ele é Hans Ruedi Giger, mais conhecido como H.R. Giger.

H.R. Giger Bar

H.R. Giger nasceu em 1940 na cidade de Chur, na Suíça, e veio a falecer em 2014. Neste meio tempo, este talentoso artista deixou a sua marca no mundo, e sem dúvida alguma, essa marca foi ainda mais eternizada pelo trabalho conjunto ao diretor Ridley Scott.

O nascimento

Tudo começou em 1979 quando Dan O’ Bannon, um dos roteiristas e produtores originais entregou na mãos de Ridley Scott, um livro do artista, o Necronomicon.

E nas palavras de Ridley…

“Meu deus! Eu não acredito! É isso. Eu nunca estive tão certo em nada na minha vida. Eu achei que iríamos discutir por meses como faríamos a criatura. Mas se conseguirmos fazer isso, então é isso!”

Neste momento, Ridley Scott estava olhando para o Necronomicon IV (em cima) e V (em baixo) de H.R. Giger. Veja abaixo.

Obs: Repare como esses desenhos até então não tinha nada a ver com o longa do Alien, mas a semelhança é absurda…#gênio!

Momento Cultura Nerd: Pelo excelente trabalho realizado na concepção da criatura, em 1980 H.R. Giger ganhou um Oscar por Efeitos Visuais. #merecido!

Veredicto

Existem certos tipos de arte que são magníficas em sua própria natureza, e H.R. Giger foi um mestre em desenvolver este estilo tão perturbador, assustador porém magnífico.

[masterslider id=”22″]

Ele atuou em diversos projetos além do Alien, sendo possível encontrar em museus e exposições diversas de suas obras. O cara foi tão icônico que ganhou até um bar em sua homenagem.

É nestes momentos em que temos que levantar as mãos aos céus e agradecer pelas coincidências cósmicas que trazem dois titãs em suas artes a trabalharem juntos, e no fim das contas, entregarem ao mundo uma obra-prima da sétima arte chamada Alien.

Leia também

Gostou do trabalho dos gênios? Acha que vale até uma tatuagem das imagens ou do estilo? Deixe seu comentário e like.

See you Space Cowboy…