“Pode rir se quiser Sr Finnigan, mas os diabretes podem ser pestinhas endemoniados e traiçoeiros” – disse professor Gilderoy Lockhart sobre a criatura mágica diabrete-da-cornualha. O diabrete é uma criatura voadora perversa e mal comportada. Parece inofensivo, mas pode causar danos se não forem controlados.

criaturas mágicas

Os livros de J. K. Rowling descrevem os diabretes-da-cornualha de forma bem detalhada, o que facilitou a reprodução da figura nos filmes. Para quem não se lembra, a primeira aparição dessas criaturas foi na aula de defesa contra as artes das trevas, em Harry Potter e a Câmara Secreta, onde causam o caos na aula do professor Lockhart.

A história oferece exemplos como os galos azuis, a cerâmica azul e um queijo premiado do tipo azul, todos vindos da cornualha. Mas outra possível origem é o mito com bases históricas de que os diabretes eram descendentes das tribos dos pictos, que viviam na área da Cornualha na época celta e pintavam a pele de azul.

Uma curiosidade interessante nas filmagens com os diabretes-da-cornualha é que Neville Longbottom teve de usar clipes presos atrás das orelhas para que elas fossem esticadas para a frente, criando o efeito dos diabretes puxando-as para suspendê-lo no ar.

E aí, quem aí gosta dessa criatura mágica? Fiquem ligados que voltaremos em breve com mais animais do universo bruxo em breve.

Não se esqueçam que toda terça-feira tem texto novo de Harry Potter aqui no Nerd Break.

Leia também:

Até breve, e malfeito feito.