O Rei Ezekiel aderiu à rebelião e a guerra vai começar!

Na noite de ontem (12) foi ao ar o 13º episódio de The Walking Dead, intitulado “Bury Me Here” ou “Me Enterre Aqui”, na qual finalmente o Rei Ezekiel aderiu à rebelião. Se você ainda não assistiu, CUIDADO, SPOILERS ABAIXO!

Na semana passada pudemos observar o progresso de Rick e Michonne na procura de armas para munir o grupo liderado por Jadis. A aliança entre os dois tem funcionado na base de muita negociação, vamos ver como isso caminha. Aposto que no futuro Alexandria terá que lidar com mais um inimigo, mas, vamos deixar as coisas seguirem o fluxo natural.

O que ainda vale mencionar da semana anterior, é o desenvolvimento (que pouco acontece) da relação entre Rick e Michonne. Foi bacana de vê-los como a dupla badass que eles são e portando-se como um casal apaixonado e que teme pela vida do outro. Outra dupla que se uniu, mas numa missão suicida, foi Rosita e Sasha. Por mais que elas tenham uma sniper, esse plano de matar Negan acarretara na morte de ao menos uma delas (lembrando que Sonequa Martin-Green, a Sasha, já está confirmada na nova série, Star Trek: Discovery).

Começando a falar do episódio dessa semana, “Bury Me Here”  traz o reino de volta, junto com toda sua paz e calmaria criada pelo conto de fadas de Ezekiel. De todas as comunidades, realmente essa é aquela que te deixa com paz de espírito, não concordam? A forma como o Rei estruturou sua cidade e conduz a vida de seu povo passa uma sensação de que o mundo ainda é um lugar bom e que é possível recomeçar e reconstruir. Mas, se ele não tomar nenhum atitude, isso está prestes a mudar.

Como já vimos anteriormente, a coleta semanal dos Salvadores aconteceu e novamente a tensão entre ambas as partes só cresceu, graças a um melão. Oi? É isso mesmo meus queridos, o jovem aprendiz do Morgan, Benjamin, foi baleado por conta da ausência de um melão que deveria estar no tributo semanal. E quem teve a brilhante ideia de sabotar a coleta? O único cara do Reino que desde o início gostaria de partir para a guerra, Richard.

“Bury Me Here” serviu para desenvolver três pontos importantes para a futura guerra:

1) Despertar o assassino adormecido dentro de Morgan

Lembram quando Rick o encontrou maluco no 12º episódio da terceira temporada? Pois é, essa fúria está de volta graças a morte do jovem Benjamim, que por sinal ele confundiu com seu falecido filho graças a proximidade que eles criaram.

2) Carol descobriu a verdade

depois de seu isolamento e encontro com Daryl, a sempre astuta Carol descobriu o que realmente aconteceu em Alexandria, quem morreu e qual a atual situação da comunidade. Isso a fez se recompor e partir para guerra. Estava na hora dela voltar. É essa postura guerreira e badass que quero ver. Será uma excelente aquisição para a guerra

3) Rei Ezekiel adere à rebelião

Outro ponto que demorou para acontecer, foi Ezekiel cair na real. Por mais que Richard tenha armado o confronto, a morte do garoto foi muito real e impactante para todos, principalmente para o Rei que era amigo dos pais do menino e o criava como filho. A postura de Morgan e Carol também influenciaram na decisão.

Finalizados todos os principais pontos, The Walking Dead segue caminhando na sua velocidade casual, trabalhando lentamente e o desenvolvimento e deixando previsivelmente o grande plot para o season finale.

Você gostou do episódio? Quais as suas expectativas agora que o Rei Ezekiel aderiu à rebelião? Conta pra gente!

Até a próxima!