Essa semana (16) chega aos cinemas o novo longa da Paramount Pictures e que foi indicado ao Oscar 2017 por conta do figurino. Aliados, filme estrelado por Brad Pitt e Marion Cotillard. Essa crítica NÃO CONTÉM SPOILERS!

Mas afinal, o filme é bom?

Aliados conta a história de Max (Brad Pitt) e Marianne (Marion Cotillard), um espião americano e uma revolucionária francesa que são enviados a Casablanca com a missão de eliminar um embaixador nazista. Inicialmente, eles fingem ser um casal, mas depois se apaixonam e pós missão se casam.

Anos depois a felicidade do casal é abalada pela noticia de que durante todo este tempo Marianne mentiu e pode ter trabalhado como informante para os alemães. Max considera a acusação absurda, mas como ter certeza?

Os filmes de guerra e espionagem são velhos conhecidos do casal protagonista (que por sinal lembra muito a dinâmica de Sr. e Sra. Smith, será que por isso eles reprisaram o caso extra conjugal?). Marion esteve em Inimigos Públicos, enquanto Brad combateu os nazistas em Corações de Ferro e também treinou o sotaque para se passar por um europeu em Bastardos Inglórios.

Aliados não traz originalidade. Mesmo com o consagrado ator no papel principal, o destaque vai para Marion Cotillard que rouba a cena (mesmo considerando ela sempre apática em seus papeis), com sua ambiguidade e atuação que gera dúvida e deixa o mistério pairando no ar. Será que ela realmente o traiu? Brad está apagado, discreto e sombrio.

Tendo a guerra como plano de fundo, o romance entre os dois (na qual não vejo a menor química) é o que predomina na trama. Vale destacar as cenas de ação contra os nazistas que trazem belas sequências e ilustram bem o romance de guerra.

Você está empolgado para esse filme? Quais são as suas expectativas para Aliados? Conta pra gente nos comentários.