Fala Galera! A Comic Con Experience 2016 está bombando e nós vamos falar dos melhores destaques relacionados a quadrinhos. Vem comigo conferir!

Como já ocorre todos os anos, um dos pontos altos da Comic Con no Brasil são os quadrinhos. E este ano não foi diferente.

Todo mundo pode conferir os melhores quadrinhos no estande da Panini Comics, tem também o da turma da Mônica, do novo quadrinho brasileiro, Pátria Armada e é claro que não poderia faltar o Artist’s Alley, com grandes nomes das HQ’s.

Pátria Armada

patria-armada

Pátria Armada propõe uma realidade alternativa na qual o governo de João Goulart resiste aos militares golpistas em 64.

O país se desenvolveu e tornou-se uma potência militar, porém, politicamente fragmentado, dividido entre: os legalistas, grupo contra o golpe; e, federalistas, grupo a favor do golpe.

No decorrer da guerra, em 1972, houveram dois ataques com bomba química experimental: mais de meio milhão de pessoas morreram e houve uma onda de doenças genéticas e infertilidade pelo país.

Ao mesmo tempo, cerca de 50 crianças nasceram com estranhas habilidades paranormais. Vinte anos após os atentados, o legalista Coronel Venâncio organiza a tropa de impacto, um grupo de elite formado somente por paranormais.

O enredo da série gira em torno desse grupo e ao longo do roteiro são abordadas várias facetas da sociedade brasileira e seus problemas. Eu comprei as HQ’s. Achei bem interessante o foco da história e por se tratar de algo vivido no Brasil, já traz uma experiência diferente! Não deixem de conferir a crítica na próxima semana!

Artist’s Alley

alleys

O Artists’ Alley é um espaço para que quadrinistas independentes apresentem seus mais novos quadrinhos e também para que os artistas que atuam nas grandes editoras possam interagir com seu público e vender prints, sketchbooks, artes originais e outros materiais.

Neste ano, para atender a essa demanda crescente, o Artists’ Alley passa a contar com 265 mesas e mais de 300 artistas. Dos nomes principais podemos citar Luke Ross, Adriana Melo, RB Silva, Adriano Augusto, entre tantos outros.

Para quem gosta de quadrinhos e belas artes, vai sair de lá satisfeito. Também temos as artes em preto e branco vendidas em separado e pra quem é realmente fã, tem uma ampla quantidade para escolher o preferido.

E vocês, gostaram da parte focada em quadrinhos da CCXP? Acham que faltou alguma coisa? Não deixem de comentar!

Até a próxima!