Nesta sexta, 25, a Netflix liberou a última temporada de Gilmore Girls. Apesar de terem passado quase dez anos, o relacionamento de Rory e Lorelai está mais próximo e divertido do que nunca. Dessa vez, mãe e filha se deparam com inusitadas situações, além de muitos momentos emocionantes, especiais e, para quem acompanhava a série, nostálgicos.

gilmore-girls-001

O lançamento está distribuído em quatro episódios, cada um deles com 90 minutos. Mesmo com a boa construção do roteiro, em alguns momentos, o desenvolvimento da história se torna um pouco mais lento. Para os que maratonaram e para aqueles que ainda vão maratonar, poderão perceber que a passagem de tempo na série vai acontecer por meio das estações do ano. O episódio de abertura é o Inverno, depois passamos para Primavera, Verão e Outono.

Acredito que é um arquétipo interessante para realizar um paralelo com os ciclos da vida. Serão momentos de altos e baixos, de intensidade ou não, alegrias e tristezas, mas o que realmente importa e que se vê na nova fase da série, é poder enxergar tais períodos como uma oportunidade das personagens se transformarem e florescerem para os caminhos que a vida coloca.

Ser capaz de enfrentar o medo do novo, para poder crescer como pessoa e profissional. Fazendo novos amigos, fortalecendo amizades antigas, de forma a tirar sempre o melhor desses momentos, apesar de todos os “trancos e barrancos”.

Nesse contexto, acompanhamos uma Rory ainda apaixonada pela escrita e que está descobrindo seu caminho no diversificado mundo das revistas, portais, jornais, entre outros meios. Seguir como jornalista? Escrever um livro? Lecionar? Qual será o rumo escolhido?

Com relação a Lorelai, por sua vez, percebemos que ela mantém o relacionamento de muita cumplicidade com sua filha, de carinho e amor, com Luke, e em paralelo, busca resolver algumas questões do passado com sua mãe, Emily.

Mas não podemos deixar de falar dos outros personagens que tornam essa série tão especial, não é verdade? Kirk, Lane, Dean, Jess, Sookie, Logan, Paris e Michel completam o desenrolar da história, com boas risadas, algumas lágrimas, mas ainda assim, mantendo o brilho tão característico das Gilmore Girls.

Fazendo um breve parêntese, Jared Padalecki (Dean) e Melissa McCarthy (Sookie), que conhecemos de outras relevantes produções, não tiveram tanto destaque nessa nova temporada, como pensei que teriam. (mas isso não é motivo para deixar de assistir, hein?

Outro agente muito importante no contexto da trama, e que merece ser mencionado, é a própria cidade de Stars Hollow. Encantadora e charmosa, o local que sedia a rotina das personagens, ainda resguarda suas características e os moradores divertidos e preocupados com o crescimento de seu município.

Acho que o revival foi muito bacana, ajudou a matar a saudade de Rory e Lorelai, além da curiosidade sobre como se desenvolveu o futuro das duas. O roteiro foi bem escrito, com boa dosagem de comédia, momentos emocionantes e de tomadas de decisão. Agora nos fica a dúvida, será que essa é realmente a última temporada ou teremos uma continuação em um futuro próximo? A série deixa um gancho que pode indicar essa possibilidade de uma nova temporada.

Já assistiu? Ainda não? Quer que Gilmore Girls continue produzindo novas temporadas? Compartilhe com a gente suas impressões.

Nota 04 de 05 - Muito bom!
Nota 04 de 05 – Muito bom!