A Garota no Trem

Hoje (28) vamos falar do suspense, A Garota no Trem, um longa estrelado por Emily Blunt. Fique tranquilo, a crítica é SEM SPOILERS!

A Garota no Trem

Afinal, o filme é bom?

Se olharmos o elenco, já é motivo suficiente para assistirmos a esse filme. Ao lado de Emily Blunt, Luke Evans, Rebecca Ferguson, Haley Bennett e Justin Theroux, estrelam a adaptação do best-seller hormônio de Paula Hawkins. A Garota no Trem conta a história de Rachel, uma mulher alcoólatra que está sendo acusada de um assassinato e por conta do seu vício, não tem certeza se é ou não inocente.

Rotulado como o novo A Garota Exemplar, o longa chega com um peso e responsabilidade muito grande, porém, não faz jus a essa comparação. Acalmem os ânimos e vamos conversar!

É inegável o talento de Emily Blunt. A atriz convence com sua atuação marcante, profunda e insana em vários momentos. O elenco de apoio entrega o esperado, mas é ela quem rouba a cena e carrega toda a história nas costas.

O problema do filme não está no elenco e sim no desenrolar da trama, que acontece sem emoção e envolvimento. Se estamos falando de um suspense, tensão, apreensão e curiosidade, são sentimentos que a história deveria causar, não é mesmo? Ponto negativo!

Tirando a falta de envolvimento, a trama começa morna e vai crescendo. A previsibilidade do plot twist (reviravolta) derruba o movimento de ascensão que a história tentou passar, fazendo A Garota no Trem ser uma excelente indicação para uma sexta à noite na Netflix.

Uma pena, não esperem nada além de mais um filme de suspense que será completamente esquecido assim que as luzes se ascendem.

Você gostou de A Garota no Trem? Conte pra gente nos comentários!