Olá amigos! Hoje farei um post muitíssimo especial, pois temos bastante coisa para comemorar. Resolvi juntar o útil ao agradável, celebrando o aniversário de 75 anos da Mulher Maravilha que foi na sexta, e o aniversário de 1 ano do Nerd Break que é hoje.

Legal, não é? E como presente para os aniversariantes, eu trago uma notícia muito feliz: a nossa heroína da DC Comics foi reconhecida oficialmente como uma embaixadora da ONU.

“Paz, justiça e igualdade”: é assim que essa grande figura dos quadrinhos é conhecida. E foi exatamente isso que a fez ser definida como uma ferramenta fundamental para jornada do empoderamento feminino.

mulher maravilha

Mas afinal, qual papel que a personagem pode ter nessa causa? O objetivo da ONU é na verdade usar a figura da Mulher Maravilha na luta pelos direitos das mulheres, por conta das críticas de organizações feministas. Ela será a protagonista da campanha, usando seus super-poderes para promover a igualdade de oportunidades profissionais para ambos os sexos, acabar com abuso e violência sexual, e que todas as mulheres tenha acesso a edução assim como os homens, entre outras coisas.

A cerimônia para essa nomeação aconteceu na sede da ONU, contando com a presença das atrizes Lynda Carter, que encarnou a Mulher Maravilha na década de 70, e Gal Gadot, do filme “Batman vs Superman: A Origem da Justiça” e na atual produção, que estréia em 2017.

mulher maravilha

O problema, foi que muita gente não concordou com a estratégia adotada pela Organização. Existem muitos colaboradores  que acham que ao invés de um personagem de quadrinhos, poderiam ter elegido uma “mulher de verdade”. Além disso, esses profissionais acham que ela é a típica “garota do calendário”: branca, corpo bonito e americana. Dizem que as mulheres não irão se identificar, por ser uma figural sexualizada e distante da realidade da maioria.

Querem saber o que eu acho de tudo isso? De fato não enxergo dessa forma negativa assim como esses funcionários da ONU. Me considero uma grande apoiadora da causa do empoderamento feminino, e é bastante interessante ter uma super heroína representando essa luta. Para mim foi uma escolha feliz, porque afinal, a Mulher Maravilha é uma grande personagem, que inclusive luta de igual para igual com os super heróis do sexo oposto.

E outra, se pararmos para pensar o Super Homem também é uma figura sexual, não é? Ele usa uma roupa super colada para ressaltar seus músculos, tem um rosto americano bonito e delicado, e um olhar extremamente sedutor. É…pelo visto o preconceito continua. Por que só a heroína é considerada símbolo sexual e o herói não?

mulher maravilha

Além disso, o consumo de conteúdo pop nerd no mundo é enorme, e com certeza influencia o comportamento de uma população como um todo de forma bastante relevante. Quem sabe empoderando a Mulher Maravilha, a gente não consiga mudar esse comportamento também em outros ângulos além da publicidade tradicional?

Vamos dar uma chance! Vamos tentar enxergar o que ela representa além dessa mulher bonita. Uma figura forte emocionalmente e fisicamente, com muita coragem e dedicação. É uma grande mulher, que luta há anos incansavelmente por um espaço em um universo que é tão masculino.

E aí, o que vocês acham sobre isso? Comentem no post!

Até breve!