Já está em cartaz Café Society, o novo filme de Woody Allen, que tem grandes nomes no elenco como Jesse Eisenberg, Kristen Stewart, Steve Carell, Blake Lively e grande elenco.

Mas afinal o filme é bom?

Café Society conta história de Bobby um jovem escritor nova iorquino que sonha em ingressar no mercado cinematográfico de Hollywood.

Essa conversa começa com a direção. Se você é fã dos filmes de Woody Allen e adora uma comédia romântica água com açúcar, você vai adorar Café Society. Ambientado numa Nova York e Los Angeles dos anos 30, o longa encanta com as roupas de época, o bom e velho jazz americano e os valores e costumes que foram se perdendo com o tempo.

Jesse Eisenberg segura a trama com todo o seu talento, dando vida a um menino ingênuo que vai descobrindo o mercado de trabalho, o amor e as decepções da vida. É notório o amadurecimento e crescimento de seu personagem no decorrer da trama. Chega até a causa estranheza a mudança de postura que vemos no decorrer da trama, tendo um começo puro e ingênuo e concluindo a história como um charmosos e sedutor administrador de negócios.

Kristen Stewart está de volta as telas com seu rostinho bonito e apático e sua atuação fria e sem emoção. A Bella Swan de Crepúsculo precisa crescer muito e desenvolver a sua carreira para nos emocionar e convencer com suas expressões faciais. Ainda está devendo Kristen. Torço para que um diretor aposte em você e te de um coaching. Vamos esperar e cobrar a evolução!

Steve Carell traz sua experiência para o longa, mas pouco faz pela história. Seu personagem somente serve de trampolim para um triângulo amoroso. Não vou dar spoilers, assistam e depois voltem para nos contar o que vocês acharam. O mesmo vale para a Blake Lively. Se você quiser realmente ver a loira atuando, assista Águas Rasas, ela dá um show e te faz sofrer junto com ela, leia a nossa crítica.

Em resumo, Café Society é uma deliciosa surpresa que te encanta, prende e faz torcer pelo protagonista que transita entre as fases da vida e as decepções amorosas. A problemática enfrentada por Bobby faz nos identificarmos com o personagem. Quem nunca lutou por um amor? Quem nunca sofreu por amor? Todos nós.

Se você está apaixonado, sofrendo por amor ou já tem a pessoa amada ao seu lado, vá ao cinema assistir Café Society. Essa história de época vai te deliciar e encantar as atuações e a trilha sonora.

Volte para nos contar a sua opinião!