O convívio de Naz na prisão

Mais um domingo passou e com ele acompanhamos o terceiro episódio de The Night of. Agora a série começa a desenvolver os acontecimentos que antecedem o julgamento de Naz. Ele foi encaminhado à prisão de Rikers Island e começa a sentir o peso das acusações que foram feitas à ele: o brutal assassinato da jovem Andrea.

The night of_imagem10

Vimos um Naz preocupado por estar em um ambiente hostil, onde impera uma lei completamente diferente da qual está acostumado. Logo ele é apresentado a um assassino que passa desapercebido, mas um possível estuprador, ele tendo cometido o crime ou não, não tem chance de sobreviver em uma prisão, onde os prisioneiros fazem justiça com as próprias mãos. E é nesse cenário que Naz se encontra, pois mesmo não sabendo se assassinou Andrea, ele também está sendo acusado a ter estuprado.

É interessante a forma como a série está mostrando a brutalidade das pessoas envolvidas no sistema penitenciário. Seja ele um guarda, prisioneiro, detetive ou advogado, todos têm uma atitude implacável dentro da sua realidade. Um dos momentos em que isso fica claro é quando a Mãe de Naz é revistada antes de entrar na prisão para visitar o filho, sendo bastante invasiva a forma como ela e os outros visitantes são revistados.

The night of_imagem12

Fomos apresentados ao prisioneiro Freddy, um ex-lutador de boxe que agora é considerado um criminoso perigoso. Ele cria repentino interesse por Naz, chegando inclusive a oferecer proteção ao jovem, pois outros prisioneiros o querem morto devido a acusação de estupro. A dinâmica dos dois personagens é boa, mas estou com um pé atrás em relação as reais intenções  dessa oferta. Não é estranho ele oferecer algo sem pedir nada em troca? Será que os guardas, alguns deles trabalhando pro Freddy, vão tomar iniciativa em proteger Naz, ou o líder de uma das facções da prisão colocará algum guarda-costas para o garoto? Teremos que acompanhar os próximos episódios para saber o que acontecerá com esse núcleo da série.

The night of_imagem11

O restante do episódio foi desenvolvendo a ponto de vista do advogado Jack stone que, se na semana passada se mostrou preocupado em ajudar o jovem acusado, durante esse episódio mostrou maior preocupação em retirar dinheiro da família de Naz. Claro, ele foi sincero com a família, mas não conseguimos saber se está falando a verdade ou tentando se aproveitar do momento delicado em que eles se encontram.

Esse episódio em especial focou muito no tratamento da ferida que Stone tem no pé. Vejo ela como uma interpretação sobre o que Jack está passando no momento. Há uma ferida aberta que não cura. Ele quer ser um advogado que tem um grande caso, onde representa um cliente em um grande julgamento. Entretanto todos o enxergam como um advogado de porta de cadeia, que só pega casos ganhos e tenta tirar dinheiro fácil em cima da desgraça alheia. Vamos ver o que ele fará para recuperar o caso, agora que uma nova advogada entrou no pareô.

The night of_imagem9

Mas o ponto que me chamou bastante atenção foi a cena em que Stone leva o gato da Andrea à um canil. Para mim, a cena em que o animal é levado pelo corredor onde há diversos cachorros enjaulados, e quando o funcionário do local diz que os animais aguardam 10 dias antes de serem sacrificados, representa o que Naz está passando na prisão, estando cercado por uma série de prisioneiros que querem pegá-lo e tendo poucos dias para aguardar o seu julgamento e saber o que será da sua vida: prisão perpetua seguida de uma possível morte ou sair da cadeia e voltar ao convívio de sua família.

E você, está curioso sobre o que acontecerá com Naz? Acha que ele sobreviverá à prisão? Conte pra gente o que achou do terceiro episódio de The Night of?

Até a próxima!